5 dicas práticas para sair do vermelho urgentemente

Não sabe mais o que fazer para pôr sua vida financeira nos eixos? Confira essas dicas e veja como melhorar a sua situação o mais rápido possível!

Homem de camisa azul, mostrando a carteira vazia preta

Querendo ou não, milhares de famílias brasileiras acabam com o orçamento negativado ao final do mês, ou seja, precisam de dicas para sair do vermelho o quanto antes.

Segundo mostrou uma pesquisa realizada pelo SPC Brasil e CNDL, cerca e 59,4 milhões de brasileiros estão com o nome sujo, o que representa 39,3% da população brasileira entre 18 e 95 anos de idade.

Esse é um dos maiores índices de inadimplência no Brasil nos últimos anos, mostrando que não estamos tendo controle do nosso dinheiro, seja porque não sabemos economizar ou também pela inflação estar em alta, deixando o custo de vida mais caro.

Por isso, se você quer mudar seu status financeiro, isto é, começar a deixar seu orçamento no azul novamente, continue conosco que vamos te mostrar quais são as cinco melhores dicas para organizar melhor suas finanças! Vamos nessa?!

Dica 1: Faça um levantamento das suas dívidas

O primeiro passo para sair do vermelho é descobrir o tamanho do seu problema, isto é, quais são seus débitos e o quanto eles estão custando em seu bolso.

Por isso, antes de mais nada, organize suas contas e identifique exatamente onde está a sua dificuldade financeira.

A dica para isso é consultar o seu CPF grátis no Serasa, pois lá você saberá quais são as contas em atraso, o tipo, taxa de juros cobrados e até mesmo se a empresa está oferecendo condições para você negociar o débito.

Dica 2: Seja um bom negociador

Os antigos já diziam: “No amor e na guerra, vale tudo”. E quando falamos em acabar com as dívidas e sair do vermelho, esse ditado é perfeito.

Por isso, após fazer o levantamento de suas dívidas, é hora de começar a negociá-las, pois quanto melhor você fizer isso, melhores serão os descontos e condições de pagamento.

Não tenha vergonha de pechinchar ou procurar alternativas mais vantajosas para o seu bolso.
Por mais que você não tenha dinheiro para quitar todas as dívidas de momento, é importante entrar em contato com o credor e mostrar interesse em negociar.

Além disso, uma das dicas para sair do vermelho mais importantes na hora da renegociação de dívidas, é priorizar as contas mais antigas e com os juros mais altos, pois essas se tornam uma bola de neve rapidamente.

Dica 3: Construa uma educação financeira

A educação financeira é a base para ter uma vida mais tranquila e confortável ao longo dos anos e é justamente o que nos falta, visto que somos uma das nações que menos tem conhecimento sobre dinheiro.

E quando falamos em conhecimento nem estamos nos referindo a saber investir em ações, por exemplo, e sim ter controle do nosso dinheiro no dia-a-dia.

Sendo assim, para sair do vermelho para sempre é fundamental começar a pensar melhor sobre seus ganhos e gastos, como:

Tudo isso irá lhe ajudar a pôr suas finanças em dia novamente e com a mudança de hábitos, terá menos chances de se endividar no futuro.

Dica 4: Crie uma reserva financeira

Ter dinheiro de emergência é indispensável para qualquer família, pois assim você evita momentos de sufoco financeiro.

Normalmente, estamos acostumados a buscar soluções rápidas para resolver nossos imprevistos financeiros e isso é uma bomba em nosso orçamento.

Por exemplo, seu carro quebrou e precisará de conserto… Você não tem dinheiro à vista para pagar e o limite do cartão não permite tal gasto…

A grande maioria das pessoas irá procurar uma solução rápida, como um empréstimo ou cheque especial. Mas, isso pode custar caro para o seu bolso, infelizmente.

MELHORES EMPRÉSTIMOS DO BRASIL

Inclusive, se você já estiver no vermelho e endividado, se conseguir crédito no mercado, a tendência é que as taxas de juros sejam altíssimas. Aliás, as do cheque especial são uma das mais caras aqui no Brasil.

Por isso, se você realmente quer sair do vermelho, a dica é economizar ao máximo no dia-a-dia e procurar uma fonte de renda extra para criar uma reserva de emergência.

Assim, com uma quantia reservada, será mais fácil e barato passar por esses momentos de aperto financeiro.

Dica 5: Tenha controle de seus ganhos e gastos

Por fim, dentre as melhores dicas para sair do vermelho, a última é começar a ter controle de tudo o que entra e sai da sua conta bancária.

Somente quando você criar o hábito de anotar seus rendimentos e despesas mensais conseguirá evitar os imprevistos no orçamento.

Para isso, nada melhor do que uma planilha de orçamento pessoal, no qual você poderá anotar o quanto entrou na sua conta e tudo o que foi pago durante o mês.

Conclusão

Portanto, chegamos ao fim do nosso guia com dicas para sair do vermelho e esperamos que você tenha percebido a importância de organizar seu orçamento e controlar seus gastos.

Caso contrário, você viverá no ciclo do endividamento, ou seja, tendo que trabalhar para pagar boletos e criando novas dívidas para pagar antigas!

Siga essas dicas de ouro e mude a sua situação financeira, afinal, seus sonhos dependem só de você!