5 segredos de como pagar empréstimo mais rápido e evitar o endividamento

Veja aqui quais são os truques que irão lhe ajudar a saber como pagar empréstimo mais rápido, para se livrar dessa conta em seu orçamento o mais breve possível!

mulher desesperada olhando para contas e pensando como pagar empréstimo mais rápido e evitar o endividamento

Milhares de brasileiros procuram diariamente uma solução para como pagar empréstimo mais rápido, considerando que essa é uma conta que tem parcelas que costumam pesar no orçamento, sem contar que o atraso ou falta de pagamento implicam em juros altíssimos…

Mas, aí você deve estar pensando: “Porque quem está com dificuldades financeiras solicita um empréstimo e cria uma nova dívida para os próximos meses?”. Bom, saiba que aqui no Brasil o empréstimo serve principalmente para pagar dívidas.

Segundo um levantamento feito pelo Grupo H, cerca de 75% dos brasileiros solicitam esse tipo de crédito para quitar outras dívidas, especialmente o consignado, que é uma modalidade que é concedida até mesmo para quem está negativado.

Então, na prática, os empréstimos são utilizados como um dinheiro de emergência para evitar problemas maiores nas finanças futuramente. Na maioria dos casos, o crédito é usado para pagar débitos com cartão de crédito e cheque especial, que tem os maiores juros do mercado.

Essa é uma estratégia interessante, pois se troca uma dívida mais cara por uma mais barata, levando em consideração as taxas de juros. Só para ter uma ideia de juros cobrados por ano, temos:

  • Rotativo do cartão: em torno de 325%;
  • Cheque especial: em média de 115%;
  • Empréstimo pessoal: cerca de 85%;
  • Empréstimo consignado: média de 20%.

Então, se você recorreu a um empréstimo para pôr sua vida financeira nos eixos novamente, é preciso saber como pagar empréstimo o mais rápido possível!

Para isso, separamos 5 dicas de ouro para você conseguir juntar dinheiro para quitar o empréstimo feito sem criar novas dívidas e acabar ficando com o nome sujo! Vamos lá?!

1 – Para saber como pagar empréstimo mais rápido é preciso saber o quanto você realmente ganha

Muitos brasileiros não têm a mínima ideia do quanto realmente faturam todos os meses…

É comum um trabalhador ter um salário fixo e acreditarem que esse é o valor que tem disponível, mas saiba que não.

Falando financeiramente, você pode até ganhar um salário de R$1.100,00 mensal, mas isso não quer dizer que a sua renda seja essa.

Na prática, a sua renda é o somatório de tudo o que recebe ao longo do mês, incluindo o dinheiro extra que entra na conta. 

Nesse valor também devem ser incluídos rendimentos aleatórios, como 13° salário, saque do FGTS, pensões, enfim.

Por isso, a primeira dica de como pagar empréstimo mais rápido é organizar a sua renda mensal e aproveitá-la ao máximo a seu favor. 

Por exemplo, se no mês de julho você irá receber um valor a mais na conta, utilize-o para antecipar alguma(s) parcela(s) do empréstimo.

2 – Comece a pensar em fazer uma renda extra

É comum as pessoas se desesperar pensando “Não tenho dinheiro para pagar empréstimo…”.

Isso porque o empréstimo é um crédito de emergência e não a solução para todos os seus problemas financeiros.

Ao pedir dinheiro emprestado você troca uma dívida por outra, mas é preciso no próximo mês começar a pagar novamente.

Por essa razão, infelizmente, é necessário agir rápido para não atrasar as parcelas.

Nesse sentido, é bom economizar e diminuir os gastos do dia-a-dia, mas isso só vale a pena em médio e longo prazo.

Em curto prazo é indispensável arrumar uma renda extra, até mesmo porque se você tivesse dinheiro sobrando na conta, não teria motivo para ter solicitado um empréstimo, concorda?

Então, se você recorreu a essa medida, é sinal de que seus gastos são maiores que seus ganhos.

Assim, não deixe para amanhã o dinheiro extra que você precisa começar a ganhar hoje, visto que as parcelas tem dia certo para o pagamento. 

3 – Organize suas contas para saber como pagar empréstimo 

Não importa se você quer saber como pagar empréstimo Santander ou do BMG, o fato é que sendo banco ou financeira, é preciso honrar com o compromisso assumido.

Bom, então após começar a fazer uma renda extra, é hora de organizar suas despesas, para fazer seu dinheiro render mais ao longo do mês.

Para isso, basta colocar em um papel tudo o que você gasta por mês, seja com contas fixas, como água, luz, internet e aluguel, ou contas variáveis, como despesas com alimentação, transporte, lazer, presentes, roupas e calçados e etc.

Feito isso, você terá uma noção exata de onde cortar gastos e quais as contas podem diminuir de valor.

4 – Diminua os gastos para sobrar mais dinheiro

Para que consiga pagar o empréstimo sem perder o controle das finanças novamente, é essencial aprender a gastar seu dinheiro de forma consciente e estratégica.

Inclusive, esse é um hábito que irá ser útil para toda a vida, pois depois que terminar o empréstimo, poderá começar a juntar dinheiro para investir em seus sonhos e objetivos.

Sendo assim, é importante analisar as suas despesas e ver onde você pode diminuir os gastos.

No dia-a-dia, costumamos gastar com coisas desnecessárias ou evitáveis, por exemplo, o almoço no restaurante na hora do intervalo do trabalho, sendo que podemos levar a refeição de casa, a roupa nova que compramos sem necessidade, o celular moderno que não é uma prioridade, enfim.

Por isso, elimine todos os gastos possíveis e economize em tudo que puder, como na conta de luz, no supermercado, gás de cozinha, gasolina, entre outros.

Dessa forma é possível quitar toda a parcela do empréstimo sem grandes esforços. 

5 – Estabeleça meta de gastos e guarde uma parte do que economizou

Por fim, mas não menos importante, para saber como pagar empréstimo rápido, é hora de começar a controlar suas despesas para criar uma reserva financeira.

A melhor forma para fazer isso é criando metas do quanto é “permitido” gastar todo o mês.

Um método muito eficiente é o da regra dos 50-15-35, onde você reserva:

  • 50% da sua renda mensal para o pagamento de despesas essenciais;
  • 15% dos rendimentos do mês para as prioridades financeiras (aqui está a parcela do empréstimo);
  • 35% para os gastos relacionados ao seu estilo de vida (nessa categoria você pode começar a juntar e investir seu dinheiro).

Quando você começar a criar uma reserva de emergência, verá que seus problemas financeiros irão diminuir quase que 100%.

Inclusive, ter dinheiro sobrando impede que você tenha que pedir novos empréstimos caso venha a passar por “sufocos” financeiros futuros.

Então, após organizar sua vida financeira, pense em criar uma reserva de emergência. Bons investimentos para isso são a poupança, tesouro direto, entre outros.

Conclusão

Portanto, agora você sabe exatamente como se organizar financeiramente e como pagar empréstimo mais rápido, certo?

É essencial pagar as parcelas do empréstimo em dia, para evitar pagar juros e aumentar a dívida e até mesmo não voltar para a lista de inadimplentes.

Então, por mais difícil que essa missão pareça, saiba que com essas cinco dicas é mais do que possível!