5 situações que vale a pena pedir um empréstimo pessoal

Confira aqui quando é um bom momento para pedir um empréstimo pessoal, ou seja, quando vale a pena criar essa dívida!

mão de mulher segurando várias notas de cem reais abertas em formato de leque

Os brasileiros estão passando por uma grave crise financeira, onde cresce cada dia mais o número de desempregados e endividados. Com isso, muitas famílias ficam se questionando sobre a hora certa de pedir um empréstimo pessoal

Esse é o tipo de crédito mais solicitado pelos consumidores brasileiros e geralmente serve para cobrir emergências financeiras, ou seja, na maioria dos casos não é empréstimo feito com planejamento.

O problema é que o que era para solução pode acabar se tornando um problema maior ainda em sua vida financeira, pois dependendo do tipo de empréstimo, as taxas de juros e CET não compensam e agravam ainda mais a situação.

Então, se você está em dúvida se vale a pena ou não solicitar crédito pessoal no mercado, continue conosco que vamos te mostrar quais são as 5 situações que é recomendado fazer um empréstimo! Vamos lá?!

1 – Pedir um empréstimo pessoal para quitar dívidas

O empréstimo pessoal cobra juros 5x maiores que um empréstimo consignado (veja aqui a diferença entre pessoal e consignado), mas é uma excelente solução quando enfrentamos dívidas como cheque especial ou cartão de crédito.

Isso porque, em média, a dívida do cheque especial pode custar 320% ao ano, a do rotativo do cartão 290% ao ano, enquanto a do crédito pessoal apenas 115% ao ano.

Sendo assim, é uma alternativa inteligente pedir um empréstimo pessoal para quitar esse tipo de dívida mais cara.

Além disso, por mais que as taxas de juros sejam semelhantes, você deve pensar no que irá lhe dar menos dor de cabeça.

É muito melhor para você pagar um único empréstimo, com parcelas que cabem no seu orçamento, do que pagar várias parcelas, com diferentes valores e taxas.

Inclusive, fazer um empréstimo para pôr as contas em dia ou saldar as dívidas diminui as chances de perder o controle das finanças.

2 – Empréstimo para reforma da casa/manutenção do carro

Imprevistos financeiros acontecem com mais frequência do que gostaríamos e geralmente abalam o orçamento familiar, não é mesmo?

Por isso, se você não tiver uma reserva financeira, saiba que pedir um empréstimo pessoal para reformar a casa ou consertar o carro é uma boa solução.

Isso porque é bem provável que saia mais barato para o seu bolso, pois tendo o dinheiro à vista poderá negociar um bom desconto.

Além disso, um empréstimo para cobrir esse tipo de emergência é uma forma de fazer o que precisa ser feito, sem postergar o problema ou dividir a despesa em inúmeras parcelas no cartão de crédito, por exemplo.

3 – Pedir um empréstimo pessoal para investir em educação

Dinheiro investido em educação é sempre um bom investimento, pois de forma ou outra dará retorno no futuro.

Você pode pegar o dinheiro para pagar uma especialização ou fazer um curso técnico para conseguir um emprego melhor, investir em um curso de idiomas, fazer um intercâmbio, enfim.

Por essa razão, saiba que é indicado pedir um empréstimo para investir na educação sua ou de sua família, pois é algo que compensa com o passar dos anos.

Até mesmo porque dependendo da forma de pagamento sai bem mais barato. Por exemplo, existem muitos empréstimos pessoais até para negativados e autônomos que têm menores taxas de juros do que se você pagasse parcelado no cartão.

4 – Dinheiro para investir em um negócio próprio

O empreendedorismo vem sendo a solução para muitos brasileiros, principalmente em momentos de desemprego.

Então, saiba que vale a pena pedir um empréstimo pessoal para abrir sua empresa ou investir nela, como no caso de comprar novos equipamentos para aumentar a capacidade de produção, por exemplo.

Mas, atenção! Sempre compare os custos, pois existem muitas linhas de crédito para empresas, que podem oferecer juros mais baixos que um empréstimo pessoal.

5 – Empréstimo para dar fim aos gastos não planejados

O maior problema dos brasileiros hoje em dia são os gastos não planejados, ou seja, aquelas compras que fogem da nossa capacidade de pagamento, principalmente quando se tem cartão de crédito.

Além disso, em muitas situações os gastos nos pegam desprevenidos, como no caso de uma doença ou até mesmo perder o emprego.

Por isso, saiba que pedir um empréstimo pessoal para acabar com esses gastos pode ser uma solução vantajosa para você e seu bolso.

Como pedir um empréstimo pessoal?

Agora que você já sabe quais são as situações indicadas para solicitar crédito pessoal no mercado, é preciso saber a quem recorrer, concorda?

Bom, hoje em dia o que não faltam são boas opções de empréstimos pessoais, tanto de bancos tradicionais quanto de fintechs e bancos digitais mais novos.

Em questão de valores, geralmente, o empréstimo online costuma ser mais barato, por oferecer taxas de juros menores e condições mais atrativas, como mais meses para parcelar, por exemplo.

CLIQUE AQUI E VEJA COMO ACHAR O EMPRÉSTIMO IDEAL