6 dicas extremamente úteis para reformar a casa gastando pouco

Veja aqui quais são as melhores dicas para reformar a casa gastando pouco, tendo uma casa nova e economizando bastante!

mulher colocando piso na casa mostrando que é possível reformar casa gastando pouco

Se tem uma coisa que o povo brasileiro ama é mudança, como dizem por aí “respirar novos ares…”. Assim, as obras na moradia não ficam de fora disso e é por isso que você precisa saber como reformar a casa gastando pouco.

Inclusive, segundo um levantamento feito pelo aplicativo GetNinjas (um app que intermedia a contratação de serviços entre profissionais liberais e clientes), desde março de 2020, começo da pandemia, o número de reformas e reparos em residências aumentou 57% em menos de um ano aqui no país. 

Temos dois grandes motivos para isso: 1) Cresceu a demanda de trabalhadores em home office (7,6% de pessoas trabalhando remotamente em casa); 2) Aumentou a taxa de natalidade (mais de 2,3 milhões de bebês nasceram neste período).

Só esses dois fatos já são motivo para que as famílias brasileiras tivessem que fazer obras em casa, adequando os espaços e móveis tanto para trabalhar quanto para receber os novos filhos, com conforto e segurança.

O problema é que a grande maioria de nós não consegue reformar a casa sem gastar muito, pois essa é uma despesa que, geralmente, foge do controle, principalmente porque a mão de obra e os materiais de construção encareceram, de acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Então, se você está precisando realizar mudanças em sua moradia, este guia é perfeito! Separamos as melhores dicas para fazer reformas rápidas e baratas, para que você possa fazer as adequações que necessita, sem extrapolar no orçamento! Vamos lá?!

Reformar a casa gastando pouco exige planejamento

Como já mencionamos, as reformas sempre nos surpreendem e a tendência é que se gaste mais do que estava previsto. Por isso, para não se endividar, a primeira dica é ter um planejamento financeiro antes de começar a obra.

Não adianta sair quebrando tudo, querer melhorar e decorar todos os ambientes da casa ou decidir que quer trocar todos os móveis do espaço.

Isso não é bom nem para a sua casa e muito menos para o seu bolso!

Inclusive, de acordo com uma pesquisa feita pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR), aproximadamente 80% das reformas em casa são feitas sem um engenheiro ou arquiteto.

Essa estratégia de tentar economizar, pode vir a lhe dar problemas maiores no futuro, principalmente para quem mora em apartamento.

Isso porque mexer na estrutura sem o auxílio de um profissional pode trazer risco a segurança de todos os moradores.

Então, antes de tudo: Planejamento! Isso inclui:

  • Organizar o que precisa ser reformado e fazer uma lista conforme as suas prioridades e orçamento disponível;
  • Pesquisar preços, a fim de ter o melhor custo-benefício (lembre-se que o barato sai caro…);
  • Pensar na logística para reformar a casa sem gastar muito e no menor tempo possível;
  • Imaginar quais são os possíveis imprevistos que podem acontecer e como você organizará suas finanças para esses gastos não planejados.

Procure profissionais capacitados 

Muitas das casas reformadas com pouco dinheiro tem essa economia justamente porque o morador decidi cortar ao máximo os gastos. 

Um bom exemplo disso é na hora da contratação dos profissionais responsáveis pela obra…

Muitas famílias dispensam a vistoria e projetos de engenheiros e arquitetos e ainda contratam trabalhadores da área da construção civil sem capacitação e/ou experiência.

No entanto, saiba que é fundamental saber onde economizar, pois nem sempre escolher a mão-de-obra mais barata pode ser bom.

Além do serviço ter altas chances de ficar ruim e você ter que contratar outra pessoa para refazer (gasto em dobro) ainda está pondo a segurança da sua família em risco.

Por isso, a nossa segunda dica de como reformar a casa gastando pouco é contratar profissionais competentes, qualificados, de confiança e que cobrem um valor justo, ou seja, nada de preços baratos demais e muito menos absurdos. 

Avalie o custo-benefício dos materiais utilizados para reformar a casa gastando pouco

O preço dos materiais de construção está pesando cada vez mais no orçamento das famílias brasileiras e durante a pandemia tivemos os seguintes aumentos:

  • Tijolos: 30,70%
  • Cimentos: 17,02%
  • Revestimentos para pisos e paredes: 13,3%
  • Telhas: 13,29%
  • Areia: 10,84%
  • Materiais hidráulicos: 10,8%
  • Itens de ferragem: 9,1%
  • Materiais de eletricidade: 7,4%
  • Tintas: 7,29%
  • Madeiras: 1,24%
  • Brita: 0,92%

Por mais que você queira apenas pintar o quarto do filho ou dar uma melhorada na cozinha, tenha certeza que acabará precisando de alguns itens dessa lista…

Sendo assim, a nossa dica para reformar a casa sem gastar muito é tentar economizar nesses materiais, mas com cautela. 

Não adianta ir pelo mais barato, pois materiais de baixa qualidade são um péssimo investimento.

É melhor comprar algo bom e você não ter que se preocupar pelos próximos 10 anos, do que economizar agora e daqui no máximo 3 anos ter que fazer reformas de novo. Assim, você evita gastar novamente com material e mão de obra

Mas, você também não precisa comprar a marca mais cara da ferragem, pois não é porque o preço é maior, que a qualidade é superior…

A dica é avaliar o custo-benefício, ou seja, qualidade com preço justo. Além disso, tente pagar à vista, pois assim consegue bons descontos.

Para reformar a casa sem gastar muito é preciso focar em um ambiente por vez

Se você deseja fazer reformas rápidas e baratas, tenha em mente que não adianta querer fazer tudo de uma única vez.

Há dois grandes motivos para não fazer isso:

  • Grandes reformas demandam maior orçamento e isso exige mais dinheiro;
  • Quanto mais gastos você tiver, maior será a tentação de economizar para comprar produtos e contratar profissionais sem qualidade.

Então, planeje-se para reformar um ambiente por vez, pois assim conseguirá fazer tudo dentro do que as suas finanças permitem no momento.

Se consegue fazer, não contrate profissionais 

Um dos segredos das casas reformadas com pouco dinheiro é o famoso: Faça você mesmo!

Todos nós temos habilidades, não é mesmo? Por isso, se você sabe pintar, consertar ou fazer pequenos reparos, ponha a mão na massa

Dessa forma, você economiza um bom dinheiro, já que não precisará contratar um profissional específico para isso.

E, também, nada que uns tutoriais na internet não lhe ajudem a explorar mais as suas habilidades manuais e aprender novos truques para deixar sua casa mais segura e bonita, certo?!

Pense no piso laminado como uma opção para reformar a casa gastando pouco

Trocar o piso da casa pode ser extremamente caro e demorado, sendo justamente o que estamos tentando evitar, certo?

Então, uma forma de fazer reformas rápidas e baratas no piso da casa é apostar nos revestimentos, tais como o piso laminado, vinílico, resina epóxi ou tecnocimento.

Esses materiais são colocados por cima do piso que você já tem na residência e muitas vezes saem mais barato, visto que economizará na retirada do piso e também na compra dos novos.

Além disso, os revestimentos são fáceis de aplicar, ou seja, mais uma coisa que você mesmo pode fazer sem precisar pagar um profissional.

Para reformar a casa gastando pouco, adesive os azulejos

Uma das nossas dicas para reformas de casa com baixo custo é tentar não trocar os azulejos das paredes.

A ideia é buscar alternativas mais econômicas, como adesivar alguns azulejos, já que essa é uma forma de decorar o ambiente gastando pouco.

Na internet existem diversos tutoriais de como utilizar os adesivos a seu favor, criando um visual bem interessante para o ambiente. 

Conclusão

Portanto, essas foram as nossas dicas de como reformar a casa gastando pouco!

Esperamos que com essas estratégias você consiga trazer mais conforto e beleza a sua residência, sem precisar criar novas dívidas!