Investimento em renda variável: Comece agora e sem medo!

Descubra neste guia como começar a se arriscar no investimento em renda variável e assim multiplicar seu capital em pouco tempo!

pilha crescente de moedas

Se arriscar no mundo do investimento em renda variável é praticamente uma regra obrigatória hoje em dia se você deseja fazer seu dinheiro se multiplicar. Isso porque as aplicações em renda fixa estão cada dia menos valorizadas, pois com a taxa básica de juros em queda histórica (cerca de 2% ao ano), a rentabilidade de investimentos como poupança e Tesouro Direto está baixíssima, que são os investimentos preferidos dos brasileiros, especialmente por quem está começando.

Mas, o fato é que mesmo os tipos de investimento em renda variável estando em alta (arriscamos dizer que está em seu melhor momento histórico), poucas pessoas ainda investem seu dinheiro nessas aplicações. Inclusive, os brasileiros tem um perfil de investidor mais conservador mesmo e apenas cerca de 1% da população aplica seu dinheiro nessa categoria de ativos aqui no país.

O problema é que quando você se limita apenas a renda fixa, mesmo que essa lhe ofereça mais segurança, você limita também o seu ganho de capital, considerando que o investimento em renda variável é muito mais rentável, basta pensar nas milhares de pessoas que ficam milionárias investindo na bolsa de valores, por exemplo.

Por isso, saiba que mesmo com certo “medo”, você precisa começar a pensar e aprender como investir em renda variável, pois com certeza é a melhor oportunidade no momento para fazer seu dinheiro trabalhar por você, isto é, se multiplique no menor tempo possível.

Então, para lhe ajudar a entender mais sobre o investimento em renda variável como funciona, preparamos este guia exclusivo! A seguir você encontrará informações importantes sobre como começar a investir nesse mercado, o porque vale a pena, quais as diferenças em questão financeira e claro, como aplicar seu capital com a segurança e rentabilidade que você merece! Vamos lá?!

Índice de conteúdo:

  • Entendendo o que é investimento em renda variável

  • Renda fixa e variável: Principais diferenças

  • É vantajoso aplicar seu dinheiro nos tipos de investimento em renda variável?

  • Dicas de ouro de como investir em renda variável

  • Conclusão

 

Entendendo o que é investimento em renda variável

Para quem está começando a se arriscar no mundo fantástico das aplicações financeiras, muitas vezes, ainda se tem a dúvida sobre o que são investimento em renda variável… Bom, a melhor definição que podemos lhe dar é que se tratam de ativos não previsíveis, mais especificamente que você não sabe exatamente o lucro que obterá ao final da aplicação, visto que não há a garantia de retorno do investimento.

Essa imprevisibilidade no retorno que o investimento terá, chamamos de volatilidade e ela irá variar conforme alguns fatores, tais como:

  • Setor de atuação do ativo investido;
  • Situação política e econômica atual tanto interna (Brasil) quanto externa;
  • Empresa que emite o investimento ou o próprio ativo (por exemplo, imóveis, commodities, moeda e etc.).

Além disso, uma das características dos investimentos em renda variável é que esses podem ser muito lucrativos tanto em curto quanto longo prazo. 

Então, resumidamente, podemos dizer que estamos falando de uma aplicação muito lucrativa quando dá certo, porém com um risco mais elevado.

Renda fixa e variável: Principais diferenças

Agora que você já sabe exatamente o que é investimento em renda variável, é hora de comparar com os investimentos em renda fixa. 

RENDA FIXA RENDA VARIÁVEL
Investimento mais seguro Investimento mais arriscado
Rentabilidade menor Rentabilidade maior
Baixa volatilidade Alta volatilidade
Possui garantias do FGC Não possui garantias
Sabe-se o quanto irá seu dinheiro render (com base nos indexadores, como a taxa Selic e CDI) no momento da contratação Os rendimentos são variáveis e não determinados no início da aplicação, podendo sofrer variações positivas ou negativas

É vantajoso aplicar seu dinheiro nos tipos de investimento em renda variável?

Na renda variável temos os seguintes tipos de aplicações: 

Como você já deve ter percebido, todos esses são investimentos mais voláteis, basta pensar que aplicar em ações é um investimento em renda variável.

Por isso, muitas pessoas acabam desistindo de investir nesse tipo de aplicação, por medo de terem prejuízos em seu capital.

Mas, saiba que há muitas vantagens se você decidir monetizar através dos exemplos de investimento em renda variável, como:

  • Você pode investir seu dinheiro em qualquer prazo;
  • Todas as operações financeiras são intermediadas por corretoras de valores (procure as melhores corretoras para investir em renda variável)
  • Há diferentes formas de receber os lucros (dividendos, JCP (Juros sobre Capital Próprio), aluguéis, enfim)
  • Possibilidade de participação em empresas (virar acionista, por exemplo, na compra de ações de uma determinada empresa)
  • Pode-se obter maiores rendimentos sobre o capital investido
  • O capital para começar é bem acessível (pode-se comprar ações com menos de R$100,00, por exemplo)

Viu só como o mesmo de renda variável não é só “coisa ruim” como muitos falam por aí?

Entretanto, se você realmente deseja saber como investir em renda variável, tenha em mente que será preciso um maior conhecimento financeiro. 

Como as aplicações envolvem diversas variáveis, torna-se um investimento mais complexo e para evitar as perdas, você precisa entender o que está fazendo.

Dicas de ouro de como investir em renda variável

Se você chegou até aqui, então já entendeu melhor sobre o investimento em renda variável como funciona e já viu que vale a pena, certo?!

Então, para entrar nesse mercado com o pé direito, preparamos um check lis com algumas dicas valiosíssimas de como investir em renda variável! Aproveite!

  • Primeiramente, identifique o seu perfil de investidor (faça o teste e descubra aqui qual o seu)
  • Diversifique a alocação de seus ativos, pois isso trará mais equilíbrio em seus investimentos, assim como mitiga os riscos de algo dar errado
  • Estude o mercado do investimento em renda variável, isto é, como funciona, quais as corretoras confiáveis, o que está em alta, enfim
  • Sempre invista em aplicações de empresas com boa reputação
  • Comece investindo aos poucos até criar experiência (não existe isso de quanto investir em renda variável, visto que você pode achar ótimas aplicações investindo pouco dinheiro)

Conclusão

Então, chegamos ao fim do nosso guia de renda variável e esperamos ter lhe mostrado que quando feitos com cautela e conhecimento, são muito vantajosos!

Portanto, não fique preso ao medo de perder dinheiro, pois, infelizmente, se você estiver com seu dinheiro em um investimento em renda fixa também estará perdendo, considerando que a rentabilidade é baixíssima!