17 dicas de segurança para compras online na Black Friday

Guia exclusivo e completo de como aproveitar a Black Friday comprando pela internet com mais segurança!

dicas de segurança para compras online pela internet na Black Friday

Faltam poucos dias para a data da Black Friday chegar ao Brasil e muitos lojistas e donos de sites já estão postando ofertas, descontos exclusivos, cupons para economizar e muita propaganda para o tão esperado dia 26, sexta-feira, final de novembro.

O comércio que passou por altos e baixos, devido à pandemia, sonha em respirar e vender até o que ficou em estoque durante boa parte do ano.

Afinal, poder comprar o tão sonhado produto ou serviço na Black Friday é maravilhoso para os que guardaram um dinheiro e querem gastar, mas aí é que precisamos tomar cuidado na hora de escolher o site certo.

Muitos sites confiáveis ou não, utilizam da data para conquistar clientes. Então, no tema de hoje vamos dar um alerta aos consumidores que desejam comprar na Black Friday pela internet, para que escolham o site certo, evitando assim golpes e problemas durante as compras! Vamos conferir?!

Dicas de segurança para compras online na Black Friday

A Black Friday já está batendo à porta e pedindo passagem para os consumidores que aguardam ansiosamente para adquirir produtos e serviços por grandes pechinchas em lojas físicas ou sites, com grande ou pouco renome.

Mas, a sintonia é a mesma para as pessoas que vão às compras, o que faz a regra não mudar para quem deseja comprar em sites especializados e é aí que pode morar o perigo.

Para “não botar seu dinheiro fora”, é preciso estar atento e bem instruído, para evitar golpes e programas fajutos, que não possuem promoções verdadeiras.

Além disso, é necessário estar de olhos bem abertos aos sites que dizem estar participando do evento, mas estão ali somente para enganar os clientes.

Então, para que você não corra esse risco, separamos as 17 melhores dicas de segurança para comprar online na Black Friday! Aproveite!

1 – Verifique se o site é confiável

Existe uma frase conhecida, na qual diz que a internet não é terra de ninguém, mesmo que tenhamos leis que endureçam as contravenções e outros crimes, afinal tomar cuidado é dever de todos.

É a mesma coisa quando saímos à rua e sabemos que poderemos encontrar policiais em cada esquina. Contudo, isso não inibe os golpes e roubos e na internet é a mesma coisa.

Por isso, a primeira dica de segurança para compras online na Black Friday é buscar sites confiáveis, sejam conhecidos ou indicados por outras pessoas.

Além disso, observe se o link possui aquelas letrinhas iniciais que conhecemos como “HTTPS” e se tem o “cadeado” ao lado do endereço.

E veja também se o site está escrito na URL de maneira correta como “Submarino” ao invés de “Subimarino”, em menção ao site de compras existente e conhecido pelos brasileiros.

2 – Analise se a página é criptografada

Para que não haja a clonagem dos seus dados, uma das dicas de segurança para compras online na Black Friday é dar preferência aos sites que possuem a tecnologia de criptografia.

O WhatsApp, a rede de conversas e interações, é criptografada, por exemplo. E para isso também utilizam da tecnologia “HTTPS”.

Serão essas letras que estão no início dos sites que farão a dita comunicação de começo e volta de informações entre clientes que estão na página e querem fazer compras em segurança.

3 – Veja se está comprando na loja oficial

Muitos golpistas clonam sites de grandes marcas para aplicar contravenções. Portanto, ao decidir ir às compras tenha certeza de que o site é o da “marca x” ou de “parceiros y” autorizados a vender aquele produto ou serviço.

Uma dica importante é usar as redes sociais como aliadas na procura do site verdadeiro, caso tenha dúvidas em buscar pelo Google ou outro buscador.

Além disso, mídias sociais como o Instagram e Twitter também são excelentes redes para lhe ajudar nessa missão.

4 – Pesquise se a loja realmente existe

Para que consiga comprar com segurança e toda tranquilidade do mundo, é necessário saber se o site da loja realmente existe.

Essa é uma das dores de cabeça de alguns clientes ao entrar em ambientes virtuais que dizem ser os espaços corretos de vendas e na verdade são usados como lojas falsas.

Na dúvida, busque pelo CNPJ da loja no Google ou consulte o número do CNPJ na Receita Federal.

Outra forma de verificar a veracidade e confiabilidade de uma empresa é pesquisar no site Reclame Aqui e Serasa a reputação da mesma e leia atentamente os comentários e avaliações sobre aquela rede.

5 – Conheça a reputação da loja online

O site Reclame Aqui é o queridinho de todos os brasileiros e tornou-se parceiro em apontar as reputações das empresas – principalmente em vendas.

É nesse ambiente que os usuários farão denúncias e caberá o site passar os fatos ao público e também à empresa, que bem assessorada e preocupada com os seus consumidores tomarão iniciativas.

Por isso, mais uma das dicas de segurança para as compras online na Black Friday é avaliar muito bem sua reputação no site Reclame Aqui, afinal, dizem que a “voz do povo é a voz de Deus…”.

6 – Cuidado com as ofertas enviadas por e-mail e redes sociais

Os criminosos adoram utilizar e-mails para oferecer “promoções incríveis” e tentadoras que induzirão os clientes a clicarem num eventual link ou botão.

Durante a Black Friday fica recomendado não clicar em certos conteúdos que poderão chegar à caixa de entrada do e-mail.

Inclusive, alguns vão direto para a caixa de spam e dentro de 30 dias, de maneira automática, serão apagados pelo próprio sistema.

Por essa razão, nunca abra links desconhecidos, até mesmo porque alguns desses podem ser vírus de computador que podem afetar a sua máquina e trazer dores maiores de cabeça.

7 – Dê preferência ao pagamento com cartão de crédito

No dia da Black Friday evite o Pix. Use-o somente em casos de real necessidade, visto que esse é um meio de pagamento que não oferece muitas garantias

Também evite o pagamento com dinheiro via boleto, pois também é um meio muito utilizado pelos golpistas, pois você pode pagar um boleto com um código de barras falso.

De preferência pague com um cartão de crédito e melhor ainda se for o cartão virtual, pois assim as chances de levar um golpe são menores.

Além disso, a maioria dos cartões de crédito oferecem garantias pelo emissor e pela bandeira do cartão, como bloqueio imediato em caso de clonagem, cancelamento de compra e até mesmo o estorno do valor pago caso tenha entrado em uma furada.

E tem mais, dependendo da cobertura que a bandeira do seu cartão oferece, é possível contar com alguns benefícios extras, como o seguro de proteção de preço e de compra.

Sem falar que no pagamento com cartão, você também pode aproveitar de benefícios exclusivos em suas compras, como cashback, parcelamento diferenciado, descontos especiais e etc.

8 – Se puder, use o cartão virtual na hora do pagamento

Os cartões de crédito virtual são ótimos em momentos de compras pela internet e nesse período então, onde os golpistas estão prontos “para dar o bote” são ainda mais essenciais.

Tenha pelo menos um cartão cadastrado, pode ser do mesmo banco ou financeira e o utilize, pois além de não precisar ter que digitar sua senha, a numeração do cartão muda a cada compra, fazendo com que seja impossível a clonagem do seu cartão de crédito.

9 – Confira se digitou corretamente o número do seu CPF

O Banco Central exige que tenha o CPF do comprador informado nas lojas online. É basicamente uma forma de reembolso para que em caso de problemas na compra a empresa torna-se responsável em checar na própria nota fiscal.

Por isso, por mais que a promoção da Black Friday no site seja tentadora, no calor das emoções tenha calma e confira seus dados, para ver se digitou tudo corretamente.

10 – Só use redes de internet confiáveis

O cliente foi fazer compras em locais abertos ou privados, mas a rede de Wi-Fi está aberta ao uso de todos, ele deverá parar a ação e não utilizar do serviço.

O motivo disso é que nesses tipos de redes é comum ter que fazer um cadastro pessoal com login e senha.

Assim, os usuários ficam expostos aos ter que divulgar certos dados pessoais e com isso, os criminosos utilizam desta prática, mesmo que não seja de responsabilidade direta do dono do espaço, para atacar e roubar senhas.

Então, uma das dicas de segurança para compras online na Black Friday é acessar em redes de internet seguras, como wi-fi da sua casa ou a rede móvel do seu próprio celular.

11 – Jamais forneça informações pessoais ou bancárias fora do local da compra

Nunca forneça os seus dados pessoais fora do ambiente que está protegido, pois assim você evita golpes financeiros.

É comum nos sites na hora de fechar pagamentos ocorrer à mudança de tela para o ambiente que deverá pagar a compra e escolher o modo, então, atenção.

Além disso, nunca forneça dados para estranhos ou compartilhe imagens do seu cartão de débito ou crédito em sites ou em outras redes.

12 – Atenção a promoções com preços muito mais baratos

Cuidado com a “Black Fraude”! No Brasil o termo é conhecido por certos estabelecimentos praticarem preços que não condizem com as promoções e descontos existentes.

Sem falar também que sites como o Zoom podem ajudar na hora comparar preços médios que estão dentro das normas estabelecidas no mercado, principalmente nesta época do ano.

Alguns sites maliciosos vão utilizar “ofertas” agressivas em certos casos, que poderão fazer o queixo do cliente cair…

Mas, muita atenção, pois são justamente esses preços abaixo da média de mercado que podem ser golpes, afinal, por mais que na Black Friday tenhamos bons descontos, não existem ofertas absurdas.

13 – Cuidado com os cupons de descontos oferecidos

Sites brasileiros na Black Friday são conhecidos há anos por trabalharem com cupons oficiais de lojas conhecidas, nos quais acabam disponibilizando para seus clientes economizarem ainda mais durante suas compras.

Mas, atente-se aos golpes, pois muitos sites fraudulentos podem conquistar clientes oferecendo cupons de descontos falsos.

14 – Confira a disponibilidade e prazo de entrega

Ao escolher o produto e realizar o pagamento, tenha em mente que dentro de um prazo chegará até o local indicado pela transportadora.

Entretanto, mesmo durante a Black Friday, a regra é sempre acompanhar no site que comprou e no e-mail pessoal como está sendo o processo de entrega até o destino final.

Inclusive, antes mesmo de realizar o pagamento certifique-se da disponibilidade do produto ou serviço desejado e se esse será entregue dentro do prazo que você espera.

Muitas lojas online oferecem produtos com grandes descontos na Black Friday, mas a entrega do pedido pode levar meses para ser feita, devido a baixa disponibilidade em estoque.

Por isso, para evitar dores de cabeça futuras, antes de aprovar a compra, veja se tudo está dentro do aceitável para você.

15 – Verifique as políticas de troca e devolução da loja

De acordo com a legislação nacional, as lojas precisam ser bastante claras ao indicar um prazo de troca e devolução.

O cliente precisa ser comunicado antes, durante ou depois da compra que aquele produto ou serviço poderá receber trocas ou devoluções.

Assim, uma das dicas de segurança para compras online na Black Friday é ler o Código de Defesa do Consumidor (CDC) e exija seus direitos!

16 – Atente-se aos seus direitos enquanto consumidor

O nosso CDC é o manual para quem está em dúvida sobre seus direitos na hora de ir às compras, seja de produtos ou serviços, em lojas físicas ou online.

É legal e faz parte da legislação nacional para compras e vendas. Então, saiba que é um direito seu se arrepender de uma compra realizada pela internet, podendo cancelá-la e pedir o reembolso do valor pago em até sete dias.

17 – Se tiver dúvidas, entre em contato com a empresa

No caso de dúvidas que tenham surgido dentro de todo o processo de compra pela internet na Black Friday, é aconselhável ter o diálogo com a empresa por meio do SAC, 0800, e-mail ou redes sociais.

Esses canais poderão ajudar ou orientar você enquanto cliente para que não tenha surpresas desagradáveis ou até mesmo desconheça das práticas, mesmo que corretas, da empresa que comprou tal item.

Conclusão

Aproveitar a Black Friday comprando online é ótimo e pode ser ainda melhor para o seu bolso, visto que a economia e as facilidades são incríveis.

Mas, também não podemos nos esquecer de que é durante essas campanhas que os golpistas mais se aproveitam da boa fé dos consumidores.

Então, não deixe de se orientar e procurar seus direitos no Procon Municipal ou Estadual. Sentiu-se lesado por alguma compra feita em determinado site e viu que faltaram com a honestidade e nos caminhos da lei implicada pelo CDC, é seu direito buscar a solução!