Tudo que você precisa saber sobre o Serasa: o maior birô de crédito do Brasil

Entenda o que é e como funciona o Serasa e como ele pode se tornar um importante aliado de suas finanças

Serasa birô de crédito

Quando se fala em Serasa, muitos já arregalam os olhos. Afinal, o nome da empresa está comumente associado às dívidas e situações financeiras complicadas. Bom, não estão errados como um todo, já que a empresa atua oferecendo dados a bancos e instituições financeiras.

Mas, saiba que o Serasa vai muito além, oferecendo serviços diversos de proteção ao crédito. Ele não somente o negativa e dificulta sua aquisição de crédito, como também dá dados positivos de sua reputação financeira e até mesmo oferece mecanismos para você controlá-lo.

Por isso, elaboramos este guia para você entender melhor a atuação do Serasa e como ele não precisa ser um “Bicho de Sete Cabeças” da sua vida financeira. Na verdade, pode até ser seu aliado. Confira abaixo!

O que é o Serasa?

O Serasa é uma empresa criada em 1968 pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban). A ideia inicial era da empresa fornecer um compilado de informações, para dar maior dinamismo ao mercado financeiro.

Porém, com o tempo, o Serasa (sigla para “Serviços de Assessoria S.A.“) passou a atuar mais como um birô de crédito.

Esse tipo de empresa atua como uma espécie de catalisador de informações financeiras e oferece os dados coletados a outras instituições financeiras. Assim, dá maior proteção ao crédito.

A partir desses dados, essas empresas poderão avaliar seu histórico como consumidor (seja pessoa física ou pessoa jurídica) e, assim, prever um potencial risco quando você quiser contratar linhas de crédito como financiamentos, cartões de crédito, empréstimos, crediário, entre outros.

Como funciona o Serasa?

O Serasa basicamente coleta seus dados com as instituições credoras (bandeiras de cartão de crédito, bancos, instituições financeiras, lojas, entre outros) e fontes públicas, como governo, por exemplo.

Após essa coleta, o Serasa faz uma avaliação do histórico de compras como consumidor, avaliando como, quando e se efetuou os pagamentos aos quais se comprometeu. Após essa compilação, divulga esses dados às instituições interessadas.

Score Serasa 2.0

O score do Serasa é uma pontuação que a empresa dá entre 0 e 1000 para o comportamento do consumidor (seja PF ou PJ).

Nele, quanto mais perto seu número estiver do topo, maiores são suas chances de ter crédito no mercado.

Ou seja, a partir dele, as empresas terão mais confiabilidade para oferecer financiamentos, cartões de crédito, empréstimo, seguros e até diminuir as taxas de juros.

O que é e como funciona

Porém, a empresa mudou sua metodologia e criou o Serasa Score 2.0. Esse novo cálculo inclui seus bons hábitos financeiros na avaliação. A partir de agora, além de seu histórico de pagamentos, as contas pagas em dia passam a ter maior peso.

Na avaliação da empresa, esse bom histórico financeiro possibilita análises mais justas e transparentes, o que faz o caminho ser melhor trilhado para quem precisa do crédito e para quem o oferece.

Pontuação de crédito

Confira abaixo as faixas de pontuação do Score:

  • Baixo: 0 a 300 pontos;
  • Médio: 300 a 700 pontos;
  • Alto: 700 a 900 pontos;
  • Excelente: 900 a 1000 pontos.

Pontos levados em consideração para aumentar ou diminuir o score

Abaixo vamos mostrar quais são os principais pontos levados em conta pelo Serasa para calcular seu Score:

  • Cadastro positivo
  • Empréstimos e financiamentos em aberto
  • Empréstimos e financiamentos que já pagou
  • Quantas vezes que suas contas ficaram atrasadas
  • Quantas vezes você pediu um empréstimos
  • Movimentação entre suas contas correntes
  • Participação em empresas

E esses dados entram da seguinte porcentagem de cálculo:

  • 43,6% Pagamento de crédito
  • 19,3% Consulta para serviço e crédito/comportamento de consultas
  • 13,7% Histórico de dívidas
  • 10,1% Tempo de uso do crédito
  • 7,9% Crédito contratado
  • 5,5% Pagamento de dívidas

Como melhorar o score de crédito

Chegou o momento de mostrar a forma de melhorar seu Score. Porém, resolvemos também apontar as verdades e mitos.

Verdades

  • Pagar suas contas em dia
  • Atualizar seus dados cadastrais
  • Ter poucos cartões de crédito e empréstimos
  • Ter poucos financiamentos em seu nome

Mitos

  • O score aumenta no exato momento em que se paga um dívida
  • Pedir CPF na nota fiscal aumenta o score
  • Todo seu histórico financeiro da vida entra no score
  • Ter remuneração maior aumenta o score

Cadastro Positivo Serasa

Acima falamos do Cadastro Positivo, mas…você sabe o que é ele? Bom, chegou o momento de explicar tudo sobre.

O que é e como funciona o cadastro positivo Serasa

O Cadastro Positivo é esse compilado de dados que citamos logo no início do texto, mas operado por todos os birôs de crédito atuantes no mercado, não somente o Serasa. Ou seja, SPC, Boa Vista e Quod também estão incluídos. Eles se uniram e criaram a Associação Nacional dos birôs de Crédito (ANBC).

Esses birôs se uniram para trazer uma análise de crédito expandida e cada vez mais criteriosa. A partir dela, oferecerão um perfil mais detalhado do cliente aos bancos e instituições financeiras.

Impacto na vida do consumidor

A partir do momento em que essas instituições financeiras tiverem mais acesso aos seus dados, elas entenderão melhor seu perfil consumidor.

E com esse levantamento fidedigno, poderão oferecer mais crédito e, até mesmo, diminuírem a taxa de juros, já que terão menos risco para ofertar cartões e empréstimos.

Diferença entre Serasa e SPC

Bom, você deve ter visto acima que Serasa e SPC são dois birôs de crédito que atuam no mercado. E ao contrário do que ficou no imaginário popular, não são a mesma empresa. Na verdade, têm até origem diferente.

Do Serasa você já sabe que a origem se dá em 1968, pela Febraban. No caso do SPC, o que poucos sabem, é que o mais velho dos dois, sendo criado em 1955, pelas Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDL).

Essa origem vai explicar muito da atuação dos dois, como veremos abaixo:

Para o que serve cada um?

Ainda que sejam órgãos de proteção ao crédito, eles atuam de forma distinta. O Serasa busca seus dados junto a bancos e instituições financeiras.

O SPC, por sua vez, tem suas informações de consumo coletadas junto ao comércio em geral, além de distribuidoras de energia e água.

Taxas

Outra diferença entre eles está nas taxas. O Serasa tem um plano gratuito de consulta ao score, mas oferece dados mais completos através de um pagamento à parte.

O SPC, por sua vez, cobra pela consulta aos dados mais detalhados.

Sistemas

O sistema do Serasa busca dados em relação às suas movimentações financeiras mais ligadas às instituições financeiras. Além disso, seu sistema tem registros de protestos de títulos, cheques sem fundos e ações judiciais.

Já o sistema do SPC busca os dados junto às Câmaras dos Dirigentes Lojistas, que são alimentadas pelo comércio em geral, como quando você faz um crediário, coloca a conta de luz no seu nome, por exemplo.

Para que serve o Serasa Experian?

Como dito no início do texto, o Serasa foi criado em 1968 pela Febraban. Porém, em 2007, a empresa foi comprada pelo grupo irlandês Experian, que mudou seu nome e criou o Serasa Experian.

A empresa logo se posicionou como uma das maiores empresas privadas para análise de crédito. E ela também tem serviços destinados às pessoas físicas e jurídicas consultadas, não somente às instituições financeiras que solicitam seus dados.

Consulta de CPF grátis

Um dos serviços oferecidos pela Serasa Experian é a consulta gratuita da situação do seu CPF. Ele pode ser feito por site e aplicativo. Nele, você tem acesso aos dados básicos de seu perfil.

Porém, é possível escolher diferentes planos, que têm dados mais completos em relação ao seu perfil financeiro.

Limpar o nome

Um dos serviços oferecidos pelo Serasa é o de limpar seu nome. Geralmente, o Serasa tem um contato direto com a empresa que te negativou e possibilita negociação direta para reverter a situação. Boa parte delas, inclusive, com descontos.

Controlar a pontuação de crédito

Outro serviço oferecido pela empresa é o controle do seu score. A cada mudança, seja positiva ou negativa, você é informado. Você também pode pagar um plano para ter explicações mais detalhadas

Carteira digital Serasa

A Serasa também entrou no mercado de crédito e oferece uma carteira digital, a exemplo do PicPay, Iti, PagBank e Mercado Pago.

Nela, você deixa um dinheiro guardado ou um cartão de crédito cadastrado, como se tivesse uma carteira online, podendo pagar suas contas e compras até mesmo sem precisar utilizar o cartão, por meio da tecnologia NFC (em que só se aproxima da maquininha de cartão) ou leitura de QR Code.

Ou seja, você faz suas transações de forma rápida, prática e segura, sem precisar recorrer ao dinheiro ou cartão físico.

Serasa e-Cred

O eCred é uma plataforma criada pelo Serasa que traz ofertas de cartões de crédito e empréstimo de empresas parceiras.

Nessa plataforma, você pode comparar todas essas ofertas e ver qual está mais de acordo com seu perfil e objetivos.

Emissão de certificados digitais

O Serasa também emite o Certificado Digital, tanto para pessoas físicas quanto para pessoas jurídicas (ótimo para quem é MEI).

Esse serviço é como se fosse sua identidade digital, garantindo a autenticidade e integridade em suas operações, sem que você precise estar fisicamente presente no local.

Com ele, você pode:

  • Assinar documentos digitalmente
  • Emitir notas fiscais
  • Transmitir dados e atender aos compromissos fiscais com o Governo

Como o Serasa impacta a sua vida

O Serasa traz um grande impacto à sua vida a partir do momento que atua como um intermediário entre você e a instituição financeira com a métrica simples do Score.

A partir de uma determinada quantidade de pontos, você poderá ter acesso ou não a mais facilidades, como mostraremos abaixo.

  • 0 – 200 pontos: Com essa pontuação, será quase impossível conseguir um cartão de crédito ou empréstimo, já que você será tido como um péssimo pagador
  • 201 – 400 pontos: Com esse score, suas chances de crédito aumentam, mas ainda com muitas restrições
  • 401 – 700 pontos: Esse score te dá poucas restrições no mercado
  • 701 – 900 pontos: Com essa faixa de score, dificilmente você será barrado em um banco.
  • 901 – 1000 pontos: Com esse score, você tem total confiança no mercado

Pedir empréstimos

No caso de empréstimos, quanto maior for sua pontuação no score, menor será a taxa de juros que terá de pagar. Afinal, o banco entende que você é um pagador confiável.

Conseguir cartões de crédito

O score elevado te traz muito além da possibilidade de ter um cartão de crédito em mãos, mas também a chance de ter um limite alto para fazer suas compras.

Conseguir financiamentos

Tal qual os empréstimos, com um score elevado você tem acesso a um financiamento maior e com taxas mais em conta. Afinal, o banco ou instituição financeira terá a certeza que seu histórico financeiro é elogiável.

Conseguir crediários

E a mesma lógica se aplica aos crediários. Lojistas poderão te oferecer um produto em mais parcelas, com juros mais em conta, tudo de acordo com seu score.

Conclusão

Como visto acima, ter um bom score é um dos principais caminhos não só para ter acesso facilitado ao mercado financeiro, mas também para conseguir criar uma rotina de ter uma saúde financeira.

E esse caminho é facilitado pelo Serasa, que detalha seu comportamento, para o bem e para o mal, o que te ajudará a ter maior controle e ver onde anda pecando ou acertando.

Por isso, tente sempre que possível acompanhar os dados que o Serasa tem a oferecer. Caso seja do seu interesse, também procure as outras ferramentas que a empresa oferece, pois elas foram desenvolvidas pensando em auxiliar sua saúde financeira!