Saque no cartão de crédito: Seu guia sobre o assunto

É sim possível fazer saque com cartão de crédito (mesmo não sendo recomendado) e neste guia rápido e descomplicado vamos te ensinar como!

mão de mulher inserindo um cartão de crédito em um caixa eletrônico, para ilustrar o saque com cartão de crédito

Você está precisando de dinheiro, não quer recorrer a um parente ou amigo e não faz a mínima ideia de como pagar as contas do mês ou resolver aquele imprevisto financeiro? Pois saiba que uma alternativa é o saque com cartão de crédito.

Embora muitos consumidores não saibam, é possível sim sacar parte do limite de crédito com o cartão, embora os especialistas financeiros não recomendem. Não se indica tal prática devido às taxas de juros cobradas serem muito altas e ainda pode haver a cobrança de outras tarifas, como o IOF (Imposto Sobre Operações Financeiras).

Mas, apesar disso, montamos esse passo a passo para te explicar como proceder, caso não tenha nenhuma outra alternativa para conseguir dinheiro (até o empréstimo vale mais a pena…). Então, continue por aqui, com o Site Notícia Oficial, que a gente te esclarece tudo, na sequência!

O que é saque do cartão de crédito?

O saque com cartão de crédito funciona de uma maneira bem prática. Basta você se dirigir ao caixa eletrônico de seu banco ou a uma rede de caixas Banco24Horas, por exemplo, e realizar o saque da quantia que precisa, como se fosse sacar dinheiro com o cartão de débito.

A diferença é que, no caso do saque do cartão de crédito, você tem um limite, que geralmente fica abaixo do limite disponível no seu cartão (confira qual é exatamente esse valor no contrato do seu cartão).

Outro detalhe: como o dinheiro em espécie não está disponível na hora, o banco ou instituição financeira considera esse tipo de saque um empréstimo e, com isso, juros e tarifas adicionais são cobradas ao se efetuar o pagamento. Atente-se a isso!

Como ele funciona?

Para que você possa realizar o saque de dinheiro com o cartão de crédito, procure o caixa eletrônico de seu banco ou agência bancária.

Caso o seu banco não ofereça este tipo de serviço ou ele não esteja presente em sua cidade, como no caso dos bancos digitais, procure uma agência da rede Banco24Horas e realize o procedimento, que é o seguinte:

  • Vá até o caixa eletrônico e insira o seu cartão, como faz com o de débito
  • Em seguida, selecione a opção “saque” e “crédito”
  • Confira o limite ofertado por sua operadora e digite o valor desejado

Não se esqueça de que este tipo de modalidade é considerada um empréstimo e, portanto, há cobrança de juros e encargos referentes à operação.

Além disso, é importante ter certeza de que seu cartão de crédito oferece essa vantagem de sacar dinheiro. Normalmente, cartões com cobertura internacional para cima tem essa opção!

O que o diferencia do saque da conta corrente/digital?

O saque do cartão de crédito se diferencia porque o dinheiro que você saca, em tese, não está disponível em espécie naquele momento.

Qual o limite?

O limite para saque no cartão de crédito é diferente do limite disponível no cartão, aquele utilizado para o pagamento de compras à vista ou parceladas.

Geralmente, o limite para saque costuma ser menor do que o limite convencional e corresponde ao valor máximo que você pode retirar nos caixas eletrônicos.

Vale lembrar que esse tipo de operação equivale a um empréstimo no chamado crédito rotativo do cartão, aquele mesmo crédito que você utiliza ao fazer o pagamento mínimo da fatura do cartão.

Além disso, os juros dessa modalidade de empréstimo são os mais altos do mercado e sendo assim, recorra a eles apenas em último caso, caso não tenha outra alternativa.

Como calcular o valor que pode ser sacado?

O valor que você pode sacar varia conforme o limite disponibilizado por seu cartão de crédito. Como já vimos, ele costuma ser menor do que o limite tradicional, que você possui ao utilizar o cartão para compras.

Para ter um exemplo prático de quanto é possível pegar de dinheiro emprestado, com o cartão de crédito Nubank o cliente pode sacar até 15% do valor disponível do seu limite de compras no cartão.

Condições de pagamento

Com relação às tarifas e os juros cobrados por saque, esses variam de acordo com cada banco ou instituição financeira. Lembrando que os juros cobrados são os mesmos do crédito rotativo do cartão de crédito, aquele da fatura mínima.

Além disso, você pode ter que pagar pelo uso do caixa eletrônico, dependendo do caso. Este valor varia de R$5 até R$25. A administradora do cartão também pode cobrar uma taxa de saque, que varia de R$3 a R$35.

E tem mais, visto que no saque incide o IOF (Imposto Sobre Operações Financeiras), além do rotativo do cartão. Estas taxas se aproximam de 20% ao mês, ou seja, pode chegar a 400% ao ano.

Prazo

O recomendável é: pague o mais rapidamente possível. Os juros cobrados são proporcionais aos dias subsequentes ao momento do saque e o fechamento da fatura.

Dessa forma, quanto mais perto do dia de fechamento da fatura for feito o saque, os juros aplicados serão menores.

Forma de pagamento

Você paga o crédito que sacou do cartão assim que chega sua fatura. Mas, a boa notícia é que é possível antecipar o pagamento da fatura, entrando em contato com a administradora de seu cartão.

Como a taxa de juros é proporcional ao momento do saque e do pagamento, você abate, de alguma maneira, o valor dessa taxa, caso se antecipe para pagar.

Quais cartões de crédito permitem saque?

Basicamente, a maioria dos cartões de crédito permite que se façamos saques em dinheiro. O valor para a retirada, no entanto, varia de acordo com o limite disponibilizado por cada administradora do cartão, além do banco ou instituição financeira que você possuir vínculo.

No entanto, de forma geral, o limite disponibilizado para saque do cartão de crédito é menor do que o limite convencional, que você utiliza para as compras à vista ou a prazo, em seu cartão.

Sendo assim, antes de sacar dinheiro com seu cartão de crédito, leia atentamente todas as condições de pagamento e prazos, para não tornar a “solução” um problema maior em sua vida financeira.

Condições para sacar dinheiro no cartão de crédito

Dentre as condições impostas para que você possa sacar dinheiro do cartão de crédito, está o limite disponibilizado pelo seu cartão, além de tarifas e taxas de juros, como o IOF, que são cobrados para este tipo de modalidade de crédito.

Quanto custa sacar o limite do cartão de crédito?

As tarifas para o saque do cartão de crédito são consideradas as mais altas do mercado. Neste caso, o banco considera que está fazendo um empréstimo para você e os juros cobrados são aqueles do rotativo do cartão, o mesmo que você tem ao pagar apenas o valor mínimo da fatura.

Dessa forma, além de você ter que pagar a taxa de saque, em alguns lugares, que varia entre R$10 e R$25, ainda haverá altos juros sobre o valor sacado, que podem chegar a 20% ao mês.

Quais taxas (tarifas) e juros são cobrados no saque do cartão de crédito?

Você precisa conferir em seu contrato quais são exatamente as taxas cobradas para o saque do dinheiro com cartão de crédito.

No Brasil

De maneira geral, você pode pagar uma tarifa pelo uso do caixa eletrônico (se for o equipamento da operadora de seu cartão, é possível que esta taxa não seja cobrada). Os valores são diversos e dependem de cada operadora, mas, normalmente, variam entre R$5 e R$25.

Além disso, há também a possibilidade de ser cobrada a taxa pelo saque pela administradora do cartão. Este valor varia entre R$3 a R$35.

Sobre o valor retirado incide, ainda, o IOF (Imposto Sobre Operações Financeiras) e os juros rotativos do cartão de crédito, que giram em torno de 20% ao mês.

No exterior

As mesmas tarifas que são aplicadas aqui no país também são cobradas ao se sacar dinheiro do cartão de crédito no exterior.

Entretanto, como você vai realizar a operação em moeda estrangeira, os valores serão convertidos, de acordo com a cotação vigente no país.

Por isso, para saques em dinheiro fora do Brasil, consulte seu contrato em vigor. Ah, e para usar essa função é preciso habilitar esta opção junto à sua operadora ou ao seu banco.

Vale a pena sacar dinheiro com o cartão de crédito?

A resposta é clara e direta: NÃO. Faça esta operação caso não tenha outra disponível no momento e você realmente precise do dinheiro naquele instante. Caso contrário, opte por outras modalidades de crédito (como veremos mais abaixo).

Vantagens

  • Dinheiro rápido, na mão, sem precisar passar por avaliações mais rigorosas;
  • Pagar aquela conta ou dívida que não pode mais ser adiada.

Desvantagens

  • Possui as maiores taxas de juros do mercado;
  • Possibilidade de cobrança de IOF, dentre outras tarifas de saque;
  • Quanto mais se demora para pagar, maiores ficam os juros.

Outras alternativas

Para que você fuja das altas taxas de juros do saque do cartão de crédito, o Site Notícia Oficial te indica outras opções de crédito com taxas menores que as desta modalidade. Confira!

Empréstimo

Caso você precise do dinheiro imediatamente, solicite um empréstimo para amigos ou parentes. Com certeza, eles não vão te cobrar taxas tão exorbitantes como as cobradas pela modalidade de saque com cartão de crédito.

Caso possa esperar um pouco mais, tente o empréstimo pessoal ou empréstimo consignado junto a um banco ou instituição financeira. Mesmo havendo taxas a se pagar, elas não são tão altas como as do rotativo do cartão de crédito, cobradas na modalidade de saque do cartão de crédito.

Empréstimo pessoal, consignado, com garantia ou até mesmo um financiamento podem ser opções mais vantajosas, com taxas de juros menores para você consumidor!

Cheque especial

O cheque especial, assim como o saque do cartão de crédito, também já está pré-aprovado pelo seu banco para você. Mas, mesmo que as taxas de juros também sejam bastante elevadas, ainda são menores do que as taxas do rotativo do cartão de crédito.

Cuidados que você deve ter

Dentre os cuidados que você deve ter, ao realizar saque com cartão de crédito, destacam-se:

Observe bem as tarifas

Como já falamos, as tarifas e taxas de juros deste tipo de modalidade são as maiores do mercado. Por isso, antes de contratar, observe bem cada centavo que será cobrado de sua operação de saque com cartão de crédito.

Pesquise bastante

Antes de adquirir um cartão de crédito, pesquise muito bem as taxas cobradas por ele, inclusive as taxas de saque com cartão de crédito. Não opte pelo cartão de crédito apenas pela anuidade baixa (ou isenta). Não se esqueça que, além da anuidade, há outras tarifas e juros que incidem ao se utilizar o cartão de crédito.

Como fazer o saque do cartão de crédito?

Para que você saque dinheiro com seu cartão de crédito, basta ir ao caixa eletrônico em que você realiza saques com o cartão de débito, por exemplo.

Para isso, basta inserir o cartão, escolher a opção saque, crédito, digitar sua senha do cartão e, pronto, o dinheiro estará liberado!

Não se esqueça, antes, de conferir o limite disponibilizado para esta operação, de acordo com seu banco ou instituição financeira.

Outro detalhe importante: alguns bancos permitem que você, ao invés de sacar o dinheiro, você o transfira para sua conta corrente, mas com as mesmas taxas cobradas pelo saque com cartão de crédito.

Onde fazer o saque do cartão?

Dentre as opções, você tem:

Agências

Na própria agência onde você possui conta, você pode se dirigir a ela, procurar o gerente ou ir à boca do caixa e solicitar o saque.

Banco 24Horas

Os terminais do Banco24horas também são uma excelente opção para você que quer sacar dinheiro do cartão de crédito.

Como o caixa tem parceria com os principais bancos e fintechs do país, também por lá você pode realizar o saque do dinheiro, realizando o mesmo procedimento que faria em qualquer caixa eletrônico.

Conclusão

Sacar o limite do seu cartão de crédito, definitivamente, não é a melhor escolha. Lembre-se de que as taxas de juros são as maiores do mercado, podendo atingir 20% ao mês e, quanto mais você demorar em pagar, mais elevadas ficarão.

Portanto, como vimos anteriormente, utilize essa modalidade de crédito caso você realmente não tenha outra opção melhor. Afinal, você não precisa pagar uma dívida fazendo outra, talvez até maior, não é mesmo?