Score de crédito: A pontuação do consumidor brasileiro

Fique por dentro do que é o score de crédito, como funciona a pontuação e como ela pode lhe ajudar a conquistar crédito no mercado!

homem frustrado olhando para o score de crédito baixo em um mesa com outros papéis e calculadora

Você pode até não entender muito bem o que significa esse tal de score de crédito (ainda), mas, ele é de grande relevância em nossas vidas e na economia brasileira.

Segundo um levantamento do SPC Brasil (maior instituição de crédito do país), dentre o mais de 180 milhões de brasileiros registrados em sua base, somente em 2020 cerca de 19% dos consumidores tiverem uma queda em seu score…

Mas, esse nem é o maior problema, visto que cada vez mais se aumentam os índices de brasileiros endividados, muitos até mesmo tendo seu CPF negativado, o chamado “nome sujo”. 

Esses resultados acabam influenciando diretamente na economia brasileira, considerando que se diminui o poder de compra e se movimenta menos o mercado…

E quanto a você, como anda a sua situação financeira? Está com Score positivo ou negativo? Quer entender melhor sobre o score de créditoBom, antes de responder sim a essas perguntas, saiba que é preciso que você entenda um pouco mais sobre o assunto. 

Por isso, no tema de hoje iremos esclarecer para você de forma simples e rápida o que é score de crédito, afinal, estamos falando da pontuação de crédito mais importante aqui no Brasil. Vamos lá?!

ÍNDICE DE CONTEÚDO:

Entenda o que é score de crédito

Quem define o score e como é calculado?

Pontuação score de crédito Serasa

Qual a faixa ideal de score de crédito?

 

Entenda o que é score de crédito

Score de crédito: Você já se perguntou o que essa palavrinha tão importante em nossas vidas realmente significa? Bom, “score” é um termo que vêm do inglês, que para nós brasileiros representa “pontos”.

Mais especificamente, estamos falando da sua pontuação para conseguir crédito no mercado brasileiro, seja para obter um empréstimo ou financiamento, para ter acesso à cartões de crédito, para parcelar uma compra a prazo, enfim.

Quem define o score e como é calculado?

Antes de querer saber sobre como aumentar o score, é importante entender quem define essa pontuação… Pois, saiba que ela é medida por birôs de crédito.

Atualmente, temos quatro birôs de crédito no Brasil: SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), Serasa, Boa Vista e Quod. Essas instituições são responsáveis por registrar o pagamento de contas dos brasileiros. 

Mas, como essas instituições financeiras calculam o score de cada pessoa? Bom, de modo geral, os critérios para calcular a pontuação giram em torno de questões como: 

  • Histórico de dívidas (se a pessoa está ou já foi negativada e por quanto tempo);
  • Empréstimos em aberto (se são de longo prazo, como financiamento imobiliário, ou se possuem juros altos, como o rotativo do cartão);
  • Renda atual e pagamento das dívidas (qual a renda fixa da pessoa e se possui pendências ativas em seu CPF).

Avaliando esses critérios, os birôs definem o comportamento de crédito do consumidor brasileiro, ou seja, a capacidade de pagamento (ou não) de uma pessoa física ou jurídica.

Pontuação score de crédito Serasa

Agora que você já sabe como é calculado o score de crédito, chegou o momento de entender como a pontuação é definida, ou seja, como uma pessoa pode ter um score de 0 a 1.000 pontos.

Quem define tal pontuação em escala é o Serasa Score e essa é dividida em três faixas:

  • Pontuação entre 0 a 300:

Se você tem dúvidas sobre o que é score baixo, saiba que é quem está nessa faixa! Aqui, o consumidor apresenta alto risco de inadimplência.

De acordo com as pesquisas:

  • 0 a 100: Em média, a cada 100 pessoas com esse score, cerca de 96 virão a deixar de pagar suas contas em dia;
  • 101 a 200: Em média, a cada 100 pessoas com esse score, cerca de 93 virão a deixar de pagar suas contas em dia;
  • 201 a 300: Em média, a cada 100 pessoas com esse score, cerca de 83 virão a deixar de pagar suas contas em dia.

 

  • Pontuação entre 301 a 700: 

Nessa faixa de score de crédito Serasa, o consumidor é classificado como tendo risco médio de não pagar suas contas.

Conforme pesquisas do Serasa:

  • 301 a 400: Em média, a cada 100 pessoas com esse score, cerca de 45 virão a deixar de pagar suas contas em dia;
  • 401 a 500: Em média, a cada 100 pessoas com esse score, cerca de 33 virão a deixar de pagar suas contas em dia;
  • 501 a 600: Em média, a cada 100 pessoas com esse score, cerca de 25 virão a deixar de pagar suas contas em dia;
  • 601 a 700: Em média, a cada 100 pessoas com esse score, cerca de 19 virão a deixar de pagar suas contas em dia.

 

  • Pontuação entre 701 e 1.000: 

Quem se encontra nessa faixa tem um score de crédito excelente, ou seja, o consumidor com baixo risco de deixar de pagar suas contas.

Segundo pesquisas:

  • 701 a 800: Em média, a cada 100 pessoas com esse score, cerca de 15 virão a deixar de pagar suas contas em dia;
  • 801 a 900: Em média, a cada 100 pessoas com esse score, cerca de 10 virão a deixar de pagar suas contas em dia;
  • 901 a 1000: Em média, a cada 100 pessoas com esse score, cerca de 5 virão a deixar de pagar suas contas em dia.

Sabendo de tudo isso, a pontuação de crédito funciona através da seguinte lógica:

Quanto mais alto seu score, maiores suas chances de honrar os compromissos financeiros nos próximos 12 meses e consequentemente, ter o acesso facilitado ao mercado de crédito, pois é mais “confiável”. 

Mas, em contrapartida, se tem dívida atrasada ou perde o emprego, por exemplo, sua pontuação diminui e menores suas chances de conseguir crédito.

Por isso, hoje em dia praticamente todas as empresas utilizam a pontuação de score de crédito para avaliar o consumidor.

Dessa forma, a tomada de decisão no momento da concessão financeira de crédito aos brasileiros é mais certa e pontual.

Qual a faixa ideal de score de crédito?

Muitas pessoas se questionam sobre qual o score mínimo para cartão de crédito ou qual score é bom para financiamento de imóvel

Bom, hoje em dia há cartão de crédito com score baixo (como, por exemplo, o Cartão BMG – veja aqui as vantagens e como solicitar), mas, na prática, nem sempre é fácil conseguir crédito tendo um score baixo.

Via regra geral, ter um score de crédito abaixo de 300 pontos não será nada útil, mas você também não precisa se enlouquecer na busca para chegar a 1000 pontos…

Essa é uma escolha errada, considerando que uma pontuação acima de 550/700 pontos já é mais do que suficiente para obter crédito em praticamente tudo, e o melhor, com facilidade. 

Então, tenha em mente que você não precisa se preocupar em ter uma pontuação de crédito melhor que essa, pois se conseguir chegar nessa faixa intermediária está ótimo!

Além disso, o score é dinâmico, ou seja, ele pode subir ou diminuir durante a sua jornada. Com isso, você não deve buscar uma pontuação fixa e sim uma mudança de hábitos, para que possa permanecer o máximo de tempo possível em uma situação confortável no mercado financeiro.

Até mesmo por que, segundo estatísticas, em cerca de 99% dos casos após mudanças nas finanças, o score apenas sobe!

Então, pense em uma única coisa: ter uma pontuação score alta não é como correr uma corrida com início e fim. 

É necessário seguir uma maratona, no qual você vai apenas percorrer durante um longo tempo um caminho e irá chegar a um bom score de crédito, mas após isso, precisa buscar permanecer sempre à frente, sem nunca parar.

Então, busque subir score de crédito e se mantenha na linha, pois isso já basta para desfrutar dos produtos financeiros do mercado!

E, por fim, caso esteja enfrentando problemas em como aumentar o score de crédito, acesse aqui e descubra como conquistar uma boa pontuação com dicas simples!