Buscando Empréstimo

0%

Empréstimo Pessoal Sem Garantia: O seu guia completo de A a Z

Tire todas as suas dúvidas sobre empréstimos sem garantia e aprenda como solicitar o seu!

empréstimo sem garantia

Pegar um empréstimo pode parecer algo simples, afinal, isso descreve o ato de pedir emprestado uma quantia que será paga posteriormente. Porém, existem vários tipos diferentes de empréstimos.

Por isso, nesta publicação, nós, do Notícia Oficial, iremos explicar tudo que você precisa saber sobre um desses tipos: o empréstimo sem garantia.

Sabia que esta modalidade de crédito ajuda um em cada quatro brasileiros a sair da dívida? Acompanhe mais sobre este tipo de crédito com a gente!

O que é empréstimo pessoal sem garantia?

O empréstimo sem garantia tem como principal característica o fato de quem, ao solicitá-lo, não precisar oferecer algo como garantia, seja imóvel, veículo, ou qualquer outro tipo de bem.

Além do mais, você não precisa justificar para que vai utilizar o dinheiro, o que aumenta sua flexibilidade.

O empréstimo pessoal sem garantia é ofertado tomando como base o seu histórico financeiro, de forma que seja feita uma análise do seus dados por parte do banco ou da instituição financeira, antes de aprová-lo.

É bastante normal que a instituição verifique o seu score de crédito, bem como colha dados sobre seu histórico de crédito, entre outros indicadores que mostram sua reputação junto ao mercado.

Melhores empréstimos sem garantia

Confira, a seguir, quais são os melhores empréstimos sem garantia do mercado:

Empréstimo pessoal Geru

empréstimo Geru

O empréstimo pessoal Geru varia entre o mínimo de R$2000 e o máximo de R$50 mil. Você pode quitá-lo em uma quantidade de parcelas que varia entre 12 e 36 vezes. A taxa de juros varia, de acordo com outras condições de solicitação. O dinheiro cai na sua conta em até um dia útil.

QUERO SOLICITAR O EMPRÉSTIMO GERU

Empréstimo pessoal Lendico

Empréstimo Lendico

O empréstimo pessoal da Lendico varia entre R$2,5 mil a R$50 mil. Você pode pagá-lo em parcelas que varia entre 12 e 36 vezes. A taxa de juros é a partir de 1,98% ao mês. O resultado da análise sai em até três minutos.

QUERO SOLICITAR O EMPRÉSTIMO LENDICO

Empréstimo pessoal Crefisa

Empréstimo Crefisa

O empréstimo pessoal Crefisa é bastante variável. Você pode quitá-lo em até 12 vezes, com taxa de juros 21,37% ao mês. Após sua aprovação, o dinheiro cai na conta em até 24 horas.

QUERO SOLICITAR O EMPRÉSTIMO CREFISA

Como funciona um empréstimo sem garantia?

O empréstimo pessoal sem garantia funciona da seguinte maneira: a instituição financeira empresta o dinheiro para o cliente, desde que ele tenha um documento de identidade válido em território nacional.

Para que você possa obter este tipo de empréstimo, basta negociar diretamente as condições do contrato, como taxas a serem incluídas e o número de parcelas que serão pagas, já que não é preciso informar a finalidade da solicitação de crédito.

As únicas condições para solicitar o empréstimo pessoal sem garantia é que o contratante tenha 18 anos ou mais, tenha carteira de identidade e CPF válidos e que seja residente do Brasil.

Há empresas bancárias que não disponibilizam a opção de empréstimo negativado, ou seja, para quem está com o nome sujo nos órgãos de proteção ao crédito (como SPC ou Serasa) e possuem restrições.

As condições para que seu empréstimo pessoal sem garantia seja aprovado são diferentes, de acordo com cada instituição financeira.

Há clientes que possuem uma linha de crédito pré-aprovada, ou seja, que só precisa ser solicitada para ocorrer a liberação na conta.

Porém, as instituições que possibilitam a linha de crédito pré-aprovada costumam cobrar taxas mais altas, medida que, de forma geral, não é muito atrativa.

Diferenças entre empréstimo sem e com garantia

De forma bastante resumida, a diferença entre estas duas modalidades de crédito é bastante simples: no empréstimo sem garantia, você não precisa colocar algum bem seu (seja casa, carro, enfim) como garantia.

Sendo assim, o banco avalia seu score de crédito, a sua renda e, é claro, seu histórico de crédito, para aprovar ou não o empréstimo.

Por sua vez, no empréstimo com garantia, o tomador de crédito deve colocar um bem (seja imóvel ou veículo, por exemplo) como garantia de pagamento.

Caso você não pague a dívida, seu bem poderá ser utilizado para abater o débito, caso outras negociações não sejam satisfatórias.

Taxa de juros

No caso do empréstimo com garantia, as taxas de juros são menores, já que você ofertou um bem como garantia ao banco ou instituição financeira, o que reduz os riscos de não quitação do débito. Além disso, os prazos para o pagamento são mais estendidos.

A desvantagem da modalidade é que, caso você não quite as prestações da dívida, pode perder seu bem, ofertado como garantia. Dessa forma, ao solicitar este tipo de crédito, tenha a certeza de que vai conseguir quitar a dívida.

Já para o empréstimo sem garantia, caso o cliente fique inadimplente, o banco pode tomar algumas medidas, tais como: outras tentativas de negociação ou até mesmo a negativação do CPF do credor.

Vale destacar que, como o empréstimo não possui garantia, as taxas de juros são maiores, se comparadas ao empréstimo com garantia, mas ainda menores, se comparadas a outros empréstimos, como cheque especial ou rotativo do cartão de crédito, por exemplo.

Destino do crédito

O empréstimo sem garantia é mais utilizado para se pagar dívidas. Segundo uma pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), a principal finalidade do empréstimo pessoal ou consignado é o pagamento de dívidas (37%), como faturas atrasadas no cartão de crédito, prestações não pagas em lojas e até mesmo outros empréstimos adquiridos no passado.

Em seguida, aparecem o pagamento de contas básicas, como aluguel, condomínio, luz, telefone e escola (21%). A compra ou troca de um carro (16%), reforma da casa ou apartamento (14%), compra de mantimentos para casa (12%) e a realização de viagens (9%) aparecem em seguida no ranking de motivações.

Agora, o empréstimo com garantia, na maioria das vezes, é mais utilizado para se atingir metas maiores, como abrir o próprio negócio, investir em um curso profissionalizante ou, até mesmo, em um casamento ou naquela viagem aguardada há tanto tempo!

Quando solicitar um empréstimo sem garantia?

O empréstimo pessoal sem garantia é, via de regra, bastante simples e prático de ser contratado.

Dessa maneira, ele é indicado em casos de situações emergenciais, quando você tem uma dívida alta, precisa quitá-la e não há dinheiro para isso, no momento.

Você pode se valer desta modalidade de crédito para diminuir alguma dívida que tenha uma taxa de juros maior, como no que ocorre com dívidas com o cheque especial ou o rotativo do cartão de crédito, por exemplo.

Estas últimas modalidades, ultrapassam os 10% mensais e comprometem, sobremaneira, sua renda familiar. Dessa forma, você consegue trocar uma dívida mais cara por uma mais barata.

Apesar disso, vale ressaltar, que não é vantajoso solicitar o empréstimo pessoal se o dinheiro for utilizado para investir em um bem de forma parcelada, já que as taxas de juros, muito provavelmente, serão maiores do que as mensalidades da empresa, uma vez que as grandes corporações oferecem o pagamento em diversas parcelas sem juros.

Como é feita a análise de crédito em um empréstimo sem garantia?

A análise de crédito para se conseguir um empréstimo sem garantia é feita através de uma análise criteriosa dos bancos ou instituições financeiras, do cliente que solicita o dinheiro.

Dentre os pontos analisados, destacam-se:

  • Dados pessoais: são analisadas as informações básicas sobre o cliente, como o CPF, telefone, estado civil, nível de escolaridade, profissão, renda e endereço;
  • Restrições no nome: Após levantar os dados pessoais, a instituição financeira checa se o cliente tem alguma pendência com a própria instituição. Caso isso se confirme, a tomada de crédito fica mais difícil, já que as chances de inadimplência são maiores.

Além disso, os órgãos de proteção ao crédito (como SPC e Serasa) também são consultados.

Cadastro positivo

Agora, além de poder consultar o nome negativado do consumidor, outro dado disponível para as instituições financeiras é o Cadastro Positivo.

Este banco de dados também é reunido pelos birôs de crédito. Diferentemente do que ocorre com a lista de inadimplentes, o cadastro positivo reúne a lista com informações sobre bons pagadores.

Renda

O outro critério avaliado pelo banco ou instituição financeira é a renda mensal do consumidor, mais uma informação fundamental para garantir a segurança da operação e do próprio solicitante de crédito.

Tal medida serve para saber se o valor da parcela realmente cabe no bolso do cliente ou se o limite do crédito está, de fato, de acordo com o seu salário.

Vale lembrar que, geralmente, uma despesa não pode ultrapassar 30% do seu salário, para não comprometer seu orçamento.

Quem pode fazer um empréstimo pessoal sem garantia?

Apesar de ser um empréstimo mais simples de ser solicitado, quem pretende solicitar um empréstimo pessoal sem garantia, precisará cumprir alguns critérios, tais como:

  • ser maior de 18 anos
  • ter CPF ativo no país

Documentação necessária

Além disso, será preciso apresentar alguns documentos como:

  • Carteira de identidade (RG)
  • CPF
  • Comprovante de renda
  • Comprovante de endereço

Quais são os custos de um empréstimo sem garantia

As taxas de juros mensais que os maiores bancos e instituições financeiras utilizam varia, geralmente, entre 4% e 6%.

Entretanto, tem o diferencial da facilidade com que um consumidor consegue fazer a solicitação, já que é comum que ele já tenha uma conta-corrente aberta na instituição e não queira passar pela burocracia para optar por outro banco.

As instituições que oferecem o empréstimo online, como via de regra, possuem taxas de juros mais baixas do que o oferecido nas empresas bancárias tradicionais.Isso ocorre por conta do tamanho e de não precisarem de manutenção em um local físico.

Por isso, os valores concedidos são menores. Ainda assim, é preciso que você analise, com muito cuidado, se pedem comprovação de renda e quais são as condições de pagamento.

É possível que o banco te oferte mais crédito do que o necessário e o que você solicitou. Por isso, é fundamental que você calcule exatamente o valor total do empréstimo e quanto você cliente pode pagar por mês. Além disso, leia com bastante atenção o contrato.

Vale lembrar que o empréstimo pessoal sem garantia deve ser uma solução financeira para você e não mais um problema ou mais uma dívida impossível de pagar.

Vantagens de pedir um empréstimo sem garantia

Dentre as principais vantagens de um empréstimo sem garantia, destacam-se:

  • Você não precisa justificar a utilização do crédito
  • Não precisa colocar seu bem como garantia de pagamento
  • Crédito aprovado baseado em seu histórico financeiro
  • Modalidade é mais flexível

Desvantagens

Dentre as principais desvantagens deste tipo de empréstimo, estão:

  • Juros mais elevados: Esta é, sem dúvida, sua principal desvantagem. Se comparado a outras modalidades, os custos podem ser, consideravelmente, mais altos. Por isso, é preciso deixar claro, estude bem antes de optar por este tipo de crédito
  • Crédito limitado: Apesar de sua contratação ser mais simples e prática, o crédito acaba sendo mais limitado, devido a falta de garantia quanto ao pagamento

Como solicitar um empréstimo sem garantia

Para que você possa solicitar seu empréstimo pessoal sem garantia, você pode realizar tal solicitação de forma presencial, nos vários bancos ou instituições financeiras. Além disso, você ainda pode solicitar um empréstimo pessoal online.

Vale destacar aqui que no empréstimo pessoal online, a principal vantagem é que você pode fazer sua solicitação de crédito por meio da internet, a qualquer hora do dia e de qualquer lugar.

Agora que você já sabe tudo sobre empréstimo sem garantia, chegou a hora de descobrir qual é o empréstimo que melhor se encaixa no seu orçamento! Clique no botão abaixo, responda o nosso quiz, de acordo com seu perfil!

DESCOBRIR O EMPRÉSTIMO IDEAL