Buscando Empréstimo

0%

Empréstimo para desempregado? É fácil se você fizer do jeito certo

Está precisando de dinheiro, mas não tem renda fixa? Aqui mostraremos a você como conseguir um empréstimo para desempregado e se duvidar, até para negativados!

saco de dinheiro simbolizando empréstimo para dinheiro, moedas na volta

A cada dia que passa, maiores são as buscas por opções de empréstimo para desempregado, afinal, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia) já são mais de 14 milhões de brasileiros sem emprego no país, ou seja, sem nenhuma renda fixa.

Só que o problema é que com menos pessoas trabalhando, maiores são os índices de endividamento, uma vez que o dinheiro não entra, mas as contas com certeza não param de chegar… 

Por isso, muitas famílias estão tendo que recorrer aos empréstimos para dar um jeito de pagar todas as suas despesas do mês ou pelo menos as contas mais importantes, como os gastos com água, luz, moradia e alimentação, que é o básico dentro de uma casa.

Entretanto, por mais que o empréstimo para pessoa desempregada seja uma solução que resolva os problemas rapidamente, é preciso ficar atento para não acabar se complicando ainda mais depois, pois sem renda é necessário organizar o orçamento e economizar cada centavo, para conseguir arcar com as parcelas.

Mas, se você não tem mais a quem recorrer e a única alternativa é pedir dinheiro emprestado, pode ficar tranquilo, pois o que não faltam são opções de empréstimos para desempregado! E, para lhe ajudar a aprovar o crédito com mais facilidade, preparamos este guia! Vamos nessa?!

Opções de empréstimo para desempregado

Estar sem renda não significa que você seja um mau pagador ou que não tenha condições de honrar com seus compromissos financeiros. Por isso, o empréstimo para desempregado é uma realidade. 

O fato é que muitas pessoas, mesmo sem ter a carteira assinada, possuem uma renda mensal, seja trabalhando no mercado informal ou recebendo algum auxílio, como um seguro-desemprego, por exemplo.

Na prática, existem três tipos de empréstimos para quem não está trabalhando formalmente:

  • Com garantia, no qual você deixa seu imóvel ou veículo como segurança de pagamento;
  • Microcrédito, que é oferecido a microempreendedores;
  • Sem a necessidade de comprovar renda.

Mas, é importante analisar bem as opções, uma vez que os juros, os prazos para pagamento e as taxas cobradas podem ser bem diferentes.

Então, para não restar dúvidas, vamos conhecer um pouco melhor cada uma dessas opções a seguir!

Empréstimo sem comprovação de renda

É fato que não ter um comprovante de renda, como um contracheque, por exemplo, dificulta bastante na hora de solicitar crédito no mercado.

Isso porque é a comprovação de renda que oferece uma maior segurança à instituição financeira, ou seja, uma garantia de que você conseguirá pagar o valor que pediu emprestado.

Contudo, não precisa se desesperar, pois existem empréstimos para desempregados no mercado onde não se exige uma renda fixa como garantia.

O problema nesses casos é que por não haver garantia de pagamento, os riscos de inadimplência são maiores…

Com isso, para se prevenir, as instituições acabam cobrando maiores taxas de juros, bem como o valor oferecido, geralmente, é menor.

Nesse tipo de empréstimo, os documentos solicitados são:

  • Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  • Documento de Identidade (RG);
  • Comprovante de residência atualizado;

Mas, claro que dependendo do banco, pode ser necessário mais alguns documentos.

Empréstimo na modalidade de Microcrédito

Outra opção de empréstimo para quem está desempregado é o microcrédito, que é oferecido por algumas instituições financeiras.

Normalmente, nesse tipo de crédito o valor de dinheiro disponibilizado é pequeno. Contudo, as taxas de juros são bem menores, quando comparadas a opção de empréstimo sem comprovação de renda.

A grande vantagem é que o prazo para o pagamento é um pouco mais estendido e assim, você tem um tempo bom para pagar.

Empréstimo para desempregado com garantia de bens

O empréstimo com garantia é uma das linhas de crédito mais recomendadas hoje em dia, independentemente de você ter renda fixa ou não.

Isso porque ao solicitar o dinheiro, você dá uma garantia de pagamento, ou seja, deixa a sua residência ou seu veículo para quitar a dívida caso você não consiga arcar com as parcelas contratadas.

Por essa segurança, as instituições acabam diminuindo bastante os juros, já que as chances de não receber o dinheiro de volta são pequenas.

Além disso, como a garantia é uma casa, apartamento, carro ou moto, o valor liberado é mais alto.

Mas, tenha consciência na hora de pedir um empréstimo para desempregado nessa modalidade, pois caso não consiga honrar o pagamento, o banco pode tomar seu bem.

Então, dentre as três opções apresentadas neste conteúdo, a mais vantajosa para o seu bolso é o empréstimo com garantia

Conclusão

Agora você já sabe que é possível sim conseguir um empréstimo para desempregado, certo?

Essa não é a solução mais recomendada (um empréstimo nunca é uma solução na verdade!), mas na hora do aperto, pode ser uma boa saída.

Inclusive, é melhor você tirar um empréstimo do que cair no rotativo do cartão de crédito ou cheque especial. 

Mas, lembrando que a ideia é não se afundar em dívidas. Assim, é necessário muita organização e cuidado para pagar todas as parcelas em dia. 

Afinal, pedir dinheiro emprestado é basicamente criar uma nova conta e isso pode ser um sinal de dívida no futuro.