Guia completo com tudo que você precisa saber sobre Consórcio Gamer

Aprenda de uma vez por todas o que é e como funciona o Consórcio Gamer, a ‘nova’ opção de crédito oferecida pelos bancos

Gamer jogando CS em seu computador

Novidade no mercado financeiro, o consórcio gamer veio para ficar. Moda entre os jovens que querem comprar computadores e video-games, esta modalidade de crédito está em franco crescimento. Abaixo iremos explicar os motivos que fazem dessa opção uma verdadeira febre entre os jovens.

Quem viveu os anos 1980, 1990 e 2000 sabe muito bem o que era ter um vizinho com um videogame ou computador potente à época. Sabe também o quanto foi inesquecível ganhar no Natal esse tipo de presente. Nem todo mundo viveu ou ganhou, mas quem teve a chance de jogar na televisão ou monitor percebeu o quanto isso foi mágico.

Em 2021, com o boom tecnológico, ficou marcado pelas competições de jogos digitais. E as instituições financeiras, atentas a essa modalidade resolveram aderir ao Consórcio Gamer, dando mais uma oportunidade para quem deseja ter máquinas potentes para brincar ou competir no mundo dos games.

E é o que vamos abordar neste guia o quanto o consórcio pode ser chamativo para os gamers! Vamos conferir?!

O que é consórcio Gamer?

Quando falamos de consórcio é logo remetido aos tradicionais meios de aquisição de carros, motos ou imobiliários. Mas com o boom dos games no mundo, essa modalidade também tem ganhado força entre os brasileiros. As instituições financeiras têm buscado atrair um público aficionado pelos jogos de maneira geral.

Dessa forma, o consórcio gamer é uma forma do usuário adquirir itens bastantes comuns no universo gamer como cadeiras confortáveis, computadores, placa de vídeo, consoles (PS5, XBOX ONE) e outros.

Como funciona um consórcio gamer?

É basicamente como nos consórcios tradicionais, uma vez ao mês ocorrem sorteios que visam a liberação de todo o dinheiro que o cliente precisará no final do período ou oferecerem lances maiores no intuito de aumentar as chances de premiação.

Mas, vale ressaltar que esse valor adicional será descontado ao montante que o cliente ainda deve.

Como dar um lance?

Assim como nos consórcios tradicionais, o cliente pode abrir diálogo com a instituição financeira e oferecer para dar um lance maior mas pagando um adicional. É uma forma de aumento de chances na premiação final. E esse montante será descontado nos valores em aberto.

É um empréstimo?

O consórcio gamer, conforme destacamos, segue a linha dos já tradicionais consórcios de automóveis e imóveis.

Conhecido como compra compartilhada entre o cliente e mais um grupo de pessoas que desejam adquirir aquele bem. Será o consorciado que vai desejar o valor da carta para crédito a ser comprada mensalmente num valor pré-definido na contratação.

Quando falamos de empréstimos, destacamos que é um tipo de serviço que os bancos ou financeiras oferecem aos clientes com juros já definidos e multas em casos de atraso.

Empréstimo ou consórcio gamer, qual vale mais a pena?

Vai depender da real necessidade de cada usuário. Os empréstimos são para pessoas que possuem a real necessidade do uso do dinheiro para quitar ou realizar algo, pagando pelos juros e multas em atraso.

O consórcio é um bem definido que corresponde ao gosto, estilo do cliente e muitas instituições não cobram juros e sim pelos serviços, mas é bastante caro e o cliente pode entrar numa “bola de neve” caso não consiga quitar.

Taxas e juros de um consórcio gamer

Cada instituição trabalha de maneira independente nesse tipo de consórcio. Alguns cobram valores de entrada com parcelas de juros. Já outros abonam essas cobranças e trabalham com taxas de manutenção da administradora do consórcio.

O que pode comprar com um consórcio gamer?

Quem é gamer sabe que precisa de um bom set list para o equipamento. Mensalmente são realizadas certas reuniões que visam contemplar os consorciados e o kit gamer é composto por:

  • Cadeiras ideais e confortáveis para jogos online e trabalho na frente do computador
  • Jogos diversos
  • Equipamentos para melhorar o desenvolvimento do computador
  • Placas de vídeo
  • Consoles da moda como o PS5 e Xbox One
  • Entre outros.

Como contratar um consórcio gamer?

É preciso buscar bancos ou lojas/sites que trabalham com essa modalidade de consórcio, que, normalmente, oferece carta de crédito entre R$ 5 mil e R$ 11 mil, que é o preço dos videogames da moda ou então o total gasto num computador e mais melhorias.

Mas, a regra é ser maior de idade, ter renda fixa comprovada, e saber que mensalmente deverá pagar um valor definido pelo consórcio e que o não pagamento irá gerar o cancelamento automático.

Quem pode contratar um consórcio gamer?

Para essa modalidade são esperados pessoas maiores de idade, com renda fixa, e que tenham garantias tanto como fiador ou bens dependendo do plano escolhido pelo cliente.

O ideal é saber como trabalham os concorrentes para melhor escolher o plano ideal com o produto dos sonhos.

Quanto é possível conseguir?

Os valores iniciais costumam estar entre 4 e 5 mil reais e podem ultrapassar os 11 mil no valor total. Mas, as mensalidades podem estar na faixa de R$500 mensais.

É importante que o cliente pense bem antes de aceitar uma modalidade como essa para não fazer dívidas e acabar se perdendo por causa dos riscos da correção anual de cada contrato.

Como fazer uma simulação?

Os bancos oferecem sites ou até mesmo na reunião presencial meios de se fazer uma simulação com base naquilo que o cliente deseja. É possível calcular o valor mensal disposto a pagar com base no valor total já inserido.

Dar um lance ou esperar ser sorteado?

Essa é a polêmica no entorno do consórcio gamer que é vantajosa ou não para um determinado momento.

Dar um lance é oferecer um valor próximo ao total sabendo que a instituição detentora do consórcio pode ou não aceitar e no final das contas o cliente vai pagar pela cotação daquele ano vigente, o que pode ou não ser interessante no final das contas.

Esperar pode levar até 48 meses (4 anos), e os valores podem mudar por se tratar de aparelhos tecnológicos não oriundos do Brasil e que são taxados anualmente.

A regra é sempre fazer contas e observar esse tipo de mercado e até mesmo conversar com a instituição responsável.

O que não pode faltar

A lista dos sonhos de um gamer pode variar. E abaixo vamos destacar o quarto dos sonhos que a garotada e adultos não abrem mão quando falamos dos jogos digitais e o universo que eles trazem há alguns anos. As opções variam:

  • Cadeira gamer
  • Kit gamer (jogos + copos de bebidas em alusão + fones de ouvido)
  • Placa de vídeo para PC
  • Console gamer (PS5 ou Xbox)
  • PC gamer
  • Teclado para gamer
  • Mouse para gamer
  • Tela ultramoderna

Quem oferece consórcio gamer?

Atualmente no Brasil é possível procurar esse tipo de serviço em bancos e na Magazine Luiza. As ofertas são diversas e os clientes podem melhor avaliar os benefícios ofertados por cada um deles. Confira:

Consórcio gamer Magazine Luiza

  • Carta de crédito de até R$14 mil com compra à vista;
  • Desconto no equipamento gamer;
  • O consorciado que escolhe o valor;
  • Isenção de entrada;
  • Parcelas sem juros, apenas taxa de administração de 14%

CONHECER CONSÓRCIO GAMER MAGAZINE LUIZA

Consórcio gamer Banco do Brasil

  • Bens com valores de até R$11 mil
  • Zero taxa de adesão;
  • Sem cobrança de juros e IOF (taxa de administração de 17%);
  • Prazos maiores (até 48 meses).

CONHECER CONSÓRCIO GAMER BANCO DO BRASIL

Consórcio gamer Santander

  • Crédito a partir de 5 mil;
  • Sem taxa de adesão, juros ou IOF;
  • Parcelas em 48x para PCs e Consoles;
  • Taxas fixas mensais;
  • Sorteio de todo o dinheiro.

CONHECER CONSÓRCIO GAMER SANTANDER

Consórcio gamer vale a pena?

O consórcio vai depender de cada usuário e de quanto está disposto em pagar. Consórcio não é investimento, trata-se de uma forma de colocar o seu dinheiro e esforço em projetar algo no futuro curto, médio ou longo prazo.

Computadores e videogames mudam todos os anos e tendem a se desvalorizar. Portanto, avalie as suas reais condições financeiras.

Vantagens

A primeira vantagem é que muitas instituições não vão cobrar juros e adesões. Para quem é gamer representa um sonho de ganhar máquinas potentes para os jogos realistas da modernidade.

Investir pode valer muito a pena e vai de cada um em querer sustentar essa oportunidade de ter as melhores máquinas para jogos da atualidade.

Desvantagens

Desvalorização de um produto que não tem muitas certezas tecnológicas num prazo curto de 5 ou 10 anos.

Os valores também são altos e às vezes não são mais interessantes quando falamos em “investimentos” na vida adulta. Consórcio não é investimento, vale reforçar.

Conclusão

Aos adeptos é um sonho de criança. Mas, sempre aconselhamos fazer contas quando for entrar nesse tipo de modalidade. E caso o faça terá um universo em mãos quando falamos em diversão que são os jogos e o que eles oferecem em pleno 2021!