Buscando Cartão

0%

Cartão de crédito Virtual: Um guia completo e exclusivo sobre

Aprenda como tirar proveito dos cartões virtuais, principal aliado na hora de fazer compras pela internet com segurança

Cartão de crédito Virtual

O cartão de crédito virtual, é hoje, o principal aliado para se fazer compras pela internet com segurança. Atualmente este é um meio utilizado tanto por jovens quanto por adultos. É uma forma ímpar para aqueles que viram comodidade e segurança ao utilizá-lo como forma de pagamento.

Apesar de ser relativamente nova, esta opção ficou tão popular no Brasil que surgiram novas instituições financeiras e já aquelas que estavam consolidadas, precisaram se adequar à nova realidade que dominou o mundo moderno.

O cartão de crédito sempre foi um símbolo de posse e para obtê-lo é necessário seguir algumas regrinhas. E a mesma situação confere ao cartão de crédito virtual que aposta em tecnologia, segurança e rápida transação on-line. Sabemos que por ser uma solução aprovada por ampla maioria de adeptos país afora, dúvidas vão surgir e o intuito do Notícia Oficial é responder de maneira clara e concisa.

Antes de começarmos, saiba que o seu smartphone nas plataformas Android ou IOS possuem aplicativos de bancos e instituições que oferecem tal serviço. Será pelos aplicativos ou na aba de algum site que a comunicação fluirá entre cliente e a empresa de cartão virtual. Depois desse guia explicativo você poderá sim avaliar a adequação de uma conta que possua cartão de crédito virtual.

O que é cartão de crédito virtual

A diferença entre os cartões de crédito convencionais e virtuais está no palpável. Um você guarda na carteira ou outro no seu smartphone, por exemplo. Mas sim, ambos possuem número da conta, agência – mesmo que virtual, data de validade e o código de segurança. E lembrando sempre que a senha é intransferível, e, no virtual é possível escolhê-la já pelo aplicativo do banco ou financeira adotada por você.

Outro fator preponderante é que ao aderir um cartão de crédito virtual, grande parte não têm custos ou aquelas famosas taxas de manutenção adicionais/anuais que conhecemos. E até mesmo por isso que os usuários não evitam tanto o seu uso por saber que aquelas cobranças comprometedoras não estão no pacote.

Ah, o cartão de crédito virtual é tão seguro que o cliente pode bloquear ou cancelar a conta virtual que não vai interferir no uso do cartão de crédito físico, caso ele também o solicite – mas lembre-se de consultar o seu banco ou instituição financeira para saber sobre a política de uso e segurança do cartão. Isso é primordial.

Cartão tradicional

O cartão de crédito é uma forma de pagamento eletrônico já utilizada por todos há anos nos grandes, médios e pequenos centros comerciais do planeta. São aceitos em restaurantes, bares, lojas entre vários outros estabelecimentos comerciais. É uma forma moderna, segura e que vem se tornando uma alternativa inclusive ao dinheiro físico.

Ele é de plástico, pode conter um chip moderno, e ali estão grafados os nomes, números de contas, data de validade, número de segurança, tarja magnética e em ambos os lados possuem informações extras como o telefone de contato do seu banco ou instituição financeira. Tudo padronizado e rápido na hora do pagamento.

Cartão Pré-pago

Você já deve ter colocado créditos no seu celular em algum momento da sua vida. Dessa forma, quando falamos de cartão pré-pago é a mesma lógica de carregá-lo, ter crédito para o uso. São aceitos também para compras na opção crédito, e toda vez que utilizado é descontado simultaneamente do seu saldo. Porém não é possível fazer compras parceladas. Esses cartões não possuem a dita “burocracia” para adesão ou aprovação.

Um outro fator para ser observado é que o estabelecimento, por exemplo, precisa da aprovação do uso da bandeira do seu cartão para que ele possa ser usado. E também esse tipo de cartão não trabalha com limite de crédito. O cliente fará recargas pela internet e poderá pagar via boleto, débito em conta ou crédito (fatura).

Como funciona um cartão de crédito virtual

O cartão de crédito virtual é ofertado pelos bancos e financeiras aos seus clientes de maneira automática, uma forma de mostrar os “serviços extras” que cada um oferece. Já outros seguem o modelo do uso do aplicativo em que o cliente ao utilizá-lo, por opção própria, adere ao cartão de crédito virtual que é também gratuito.

Vale lembrar que no mesmo aplicativo é possível saber qual o número do cartão, validade, CVV e nome do usuário. A senha o cliente escolhe os números ou pode seguir a que a instituição fornece. E sim é possível visualizar a figura do cartão virtual no aplicativo do seu smartphone.

Feito o pedido, conferido os dados atribuídos ao usuário, e estar de acordo com o protocolo oferecido pela instituição financeira, é só fazer compras ou pagamentos por meio do seu cartão virtual. É bastante tranquilo a criação do seu cartão e uso. Tudo bem ágil e prático para utilização. Basta você conferir as propostas ofertadas pelos bancos e financeiras que melhor vão beneficiar o seu bolso no final de tudo.

Compras online

É basicamente um formato de comércio digital onde é possível “interatividade” por meio de consumidores e lojistas, só que virtual. Podem ser feitas as compras em sites diversos – lojas on-line, eshops, webstore etc, que trabalham com vendas de mercadorias dos mais variados itens. Serão nas lojas virtuais que o cliente, consumidor e usuário farão o uso dos cartões virtuais para pagamentos, por exemplo.

As lojas sempre trabalham com promoções e também oferecem benefícios para aqueles usuários que utilizam determinada bandeira de cartão de crédito virtual. Basta utilizar um site de buscas (Google) e ir direto numa loja que deseja comprar algo, certifique-se que ela vende produtos on-line, faça um cadastro rápido e observe também se o site é de confiança – o portal Reclame Aqui pode ajudar nessa fiscalização. Feito tudo isso, selecione o item, marque o seu cartão já cadastrado e efetue o pagamento.

Duração

Uma compra on-line leva segundos para se concretizar. O máximo que pode ocorrer são problemas técnicos que envolvam o aplicativo ou site. Se for o aplicativo, procure também mantê-lo atualizado conforme a sua plataforma de uso (Android ou IOS).

Se você comprou algo que não chegará momentaneamente, observe o tempo de entrega. Podem levar horas ou dias. Procure se informar sobre o que está comprando e o tempo que levará até chegar em sua mãos. Tanto sites, quanto aplicativos, fornecem esse tipo de informação no ato da compra. Mas não existe mistério ao utilizar o cartão de crédito virtual por se tratar de uma tecnologia bastante prática e rápida.

Custos

Os custos vão depender de cada banco ou instituição financeira que ofertarão os cartões de acordo com a sua política própria. Algumas regras visam a não cobrança da taxa anual e obviamente precisa-se ter o cartão físico também para assim ter acesso ao cartão de crédito virtual e outros benefícios ofertados ao cliente.

É notório que os bancos emitem em até 48 horas o seu cartão de crédito. O cartão virtual é mais rápido, mas existe uma certa dependência do cartão físico para a liberação da conta. Outro ponto é a data de validade do cartão virtual que existe assim como a do cartão físico. É uma forma de segurança contra crimes cibernéticos.

Diferenças entre um cartão de crédito virtual e um físico

Os cartões virtuais são aqueles de funcionamento temporário comparado com o cartão de crédito físico. Ele segue a mesma linha de benefícios, mas os dados são diferentes. Ou seja, os números, códigos e prazo de validade são opostos ao cartão físico e somente são utilizados de maneira virtual em aplicativos ou sites nacionais e internacionais.

A principais diferenças é que no virtual não é possível parcelar compras e não utiliza-se a função débito. Outro ponto é a validação do cartão de crédito que pode levar até 48 horas conforme o banco ou financeira. E vale lembrar que as faturas chegam juntas, o que é muito prático também. Após o vencimento o virtual torna-se inválido.

Formato de compra

O cartão de crédito virtual é perfeito para compras on-line e quando necessitar fazer cancelamento também não requer muita dificuldade. Mas atenção: é preciso conhecer a política de cada site ou aplicativo para melhor resolver o cancelamento de compras.

Não existem limites para a quantidade de cartões que o cliente pode adquirir. E de novo, tudo é bastante prático e rápido. A lógica de operação do cartão virtual é bastante parecida com a do cartão físico. Mas nunca deixe de conversar com o seu banco ou financeira para melhor instruí-lo quanto ao uso e também dos benefícios.

Diferenças entre um cartão de crédito virtual e um digital

Ambos conversam. Os vai depender é do emissor de cada cartão que ficará responsável por definir o número virtual ou digital para que assim, durante a transação, não tenha falhas ou vítimas de crimes cibernéticos. Os donos de sites e aplicativos e-commerce adoram ambas modalidades que facilitam o giro comercial no país.

E na fatura segue o mesmo modelo de vir com os valores conjuntos. Vale salientar que os juros podem ser menores e sem anuidades, mas é sempre bom consultar antes de adquirir. A vantagem do virtual é que o responsável direto é sempre o próprio dono do cartão e ele que dará a tônica para o uso regular.

Numeração

A numeração no cartão de crédito virtual é diferente. Quando o cliente acessa um aplicativo do banco, vai gerar um cartão virtual com dados. E serão com esse dados que ele poderá efetuar compras e pagamentos.

Preocupados com a segurança e o uso recorrente não limitado a cada gerada de cartões, novos números são acrescidos. Mas não se preocupem, ali está legítimo e pertence a política de banco para banco.

Cartão físico

O cartão de crédito convencional ou físico possuem cartões digitais. São eles que farão a substituição do cartãozinho de plástico conhecido por todos para uma plataforma digital. Será na versão digital que o cliente poderá fazer o uso com os mesmos dados, porém um é palpável e outro não.

Serão nos cartões de crédito digitais que os usuários poderão ficar livres de taxas e anuidades. Mas nem todos são assim e vai depender também da forma como a instituição financeira trabalha. Opções no mercado é o que não falta e é só fazer uma busca no Google.

Anuidade

O cartão de crédito virtual é o melhor para controle de gastos. Perfeito para os assinantes de streaming, por exemplo. E por ser de uso exclusivo para compras on-line as ofertas são vastas. Mas para se ter o cartão físico o banco ou instituição fará uma cobrança de um único valor. Mas acaba que as vantagens de se ter o virtual é melhor e mais seguro. É perfeito também para compras dentro e fora do Brasil por trazer mais praticidade aos clientes.

Como usar um cartão de crédito virtual

O cartão de crédito virtual é o oposto do físico, no que diz respeito ao uso somente na internet. Mas a lógica é a mesma, pois ambos possuem nome, números, CVV, data de validade, bandeira etc.

O virtual pode ser cadastrado em qualquer e-commerce e aplicativo. E sim poderá fazer transação sem a leitura do famigerado chip ou tarja existentes em cartões físicos. É necessário acompanhar a aceitação da bandeira no respectivo site e o mais importante: saldo liberado.

Pagamento da fatura

O pagamento da fatura é o mesmo. Todo gasto atribuído ao cartão virtual acompanha na fatura mensal que são enviados por correspondência, e-mail ou nos aplicativos. É também uma outra forma do cliente ao aderir deixar bem esclarecido ao banco ou instituição qual opção de pagamento ele vai optar. Os mais tradicionais vão optar pela carta, mas com o boom tecnológico ficou mais fácil efetuar pagamentos na ponta dos dedos pelos smartphones.

Melhores cartões de crédito virtuais

O que faz um cartão de crédito virtual ser o melhor é a praticidade, segurança e o controle de gastos por meio dos gastos. Sabemos que os golpes, roubos e perdas acontecem diariamente. E para isso, o cartão virtual tornou-se um aliado para eventualidades.

Ele também é perfeito na defesa contra o uso de clonagem e fraudes pelos simples fato de a toda hora gerar um novo número e após o uso é invalidado. Portanto, ao fazer compras é aconselhável o virtual para sites e aplicativos.

E não são todos os bancos que trabalham com essa operação devido que já seguem um cartela individual e ofertam aos clientes. Mas, você sabe como escolher o melhor cartão de crédito? Para te ajudar nessa missão, veja a seguir os principais bancos oferecem esssa funcionalidade.

Banco do Brasil (Ourocard-e)

O cartão de crédito Ourocard-e é prático para a escolha de limites, data de validades, e quantas vezes fará transações nacionais e internacionais. Segue a mesma linha de segurança contra fraudes e sim zero custo de adesão ou taxas direto no aplicativo do Banco do Brasil.

BMG

O Banco BMG por meio do seu cartão de crédito virtual destaca que os clientes que o aderirem poderão fazer saques sem cobranças de taxas, anuidade zero e transferências grátis e na adesão do cartão também não paga nada.

Bradesco

O plano de adesão ao cartão de crédito virtual do Bradesco inclui o não consumo de dados móveis. O cliente poderá utilizar de até 72 horas para uma única compra e segue a mesma linha de vir numa mesma fatura.

Caixa

O cartão de crédito virtual da Caixa é o ideal para os jovens. Nele você pode ter até três cartões. Depois de criado o cliente poderá dar um apelido de identificação, bloquear temporariamente ou desbloquear, excluí-lo, e uso recorrente no Brasil e fora dele. Determina limite de crédito também.

C6 Bank

O cartão de crédito do C6 Bank é pensado na segurança do usuário. A empresa preocupa com fatos de clonagem e fraudes e utilizam de mecanismos de proteção virtual.

Inter

No aplicativo do banco Inter o cliente pode fazer a solicitação via aplicativo e aderir ao cartão de crédito do banco inter com exclusividade ao novos usuários que desejam conhecer e utilizar.

Itaú

O cartão virtual do Itaú possui duas modalidades. Para os mais tradicionais que gostam de sites de streaming e para aqueles mais tradicionais no uso de pagamentos de telefone e internet.

Nubank

O cartão virtual Nubank é para jovens que estão começando a utilizá-lo sem burocracia e com mais agilidade. Perfeito para saídas na balada.

Original

O cartão de crédito virtual Original é de um banco 100% digital como diz na aba do site. Nele o usuário possui até cinco cartões e é incentivado ao controle de gastos.

Santander

O cartão de crédito virtual do Santander é o incentivador no uso do teatro, cinema e parques. No site do banco afirmam que é o ideal para as turmas se juntaram devido a sua praticidade.

Superdigital

O cartão de crédito virtual Superdigital é aceito em vários e-commerces e você pode bloqueá-lo quando bem quiser e os detalhes no cartão são bem coloridos e modernos ao uso.

Cartão de crédito virtual vale a pena?

Sim, vale. Em casos de extravios digitais é ele que vai apagar os dados do cliente. Quando utilizado é gerado um novo número. É tudo feito no aplicativo ou site do seu banco ou instituição financeira. O usuário tem a liberdade simultânea em bloquear ou não o cartão. Os valores chegam na mesma fatura do cartão convencional.

Não precisa de adesão ou taxa. É bastante utilizado dentro e fora do país pela comodidade e segurança. Por meio dele é possível fazer o controle de gastos e deixar como opcional para contas ou compras fáceis de controlar.

​Vantagens

Ele é o parceiro no combate a fraudes e golpes. Quando o usuário utiliza para compras é gerado uma nova numeração o que impossibilita golpes virtuais. É amigo dos sites e aplicativos pelo fato de grande parte aceitarem como forma de pagamento. Seguro, perfeito em viagens internacionais.

Desvantagens

O cartão virtual de crédito não está no pacote de todas as instituições financeiras. O seu uso depende da utilização da internet e vai depender também da forma como o cliente atualiza o aparelho celular e aplicativos dos bancos para que funcione de maneira plausível.

Como ter um cartão de crédito virtual

Bastante o cliente procure um banco ou financeira. E essas devem possuir aplicativos ou sites para cadastro na modalidade de cartão de crédito virtual e sim você também deverá possuir o cartão de crédito tradicional. Cada instituição oferecerá maneiras de manejo e deverão explicar ao cliente como utilizá-lo.

Como gerar um cartão de crédito virtual

Basta o cliente entrar via aplicativo ou site. Depende do banco ou financeira. Mas o cartao de crédito virtual é acompanhado de um guia oferecido pelo banco. São necessários nome, RG, CPF ou CNPJ, e-mail e fotos tiradas pelo celular para conferir documentos e o rosto do cliente.