Buscando Cartão

0%

Cartão de crédito para MEI: Seu guia completo

Confira aqui tudo o que você precisa saber sobre o cartão de crédito para quem tem uma microempresa individual e quais benefícios pode aproveitar!

Homem focado enquanto trabalha no computador com seu cartão de crédito MEI

O cartão de crédito para MEI é uma realidade dentro do Brasil atual, que tem se firmado com muitos empresários devido às facilidades e benefícios exclusivos que oferece, estando à disposição dos mais de 11 milhões de brasileiros formalizados neste regime empresarial.

Além de facilitarem o acesso ao crédito e oferecerem melhores condições de pagamento, esse tipo de cartão ainda ajuda os microempreendedores a organizar as finanças do seu negócio próprio com mais agilidade e menos burocracia, visto que a maioria está atrelado à conta digita PJ.

Então, se você trabalha como MEI e quer separar os gastos do seu cartão de crédito como pessoa física da sua empresa, saiba que precisa saber tudo sobre este tipo de cartão, que lhe dá mais praticidade, autonomia, benefícios e segurança.

E para lhe ajudar nesta missão, nós do Site Notícia Oficial preparamos este guia completo sobre cartão de crédito para quem tem CNPJ MEI, para que você conheça todas as possibilidades e oportunidades que pode desfrutar! Boa leitura!

O que é um cartão de crédito para MEI?

O Microempreendedor Individual (MEI) é uma figura jurídica do Brasil, ou seja, é o proprietário de uma empresa com CNPJ com tributação diferenciada, desde que o valor anual ganho não ultrapasse R$81 mil.

Assim como todo outro cidadão, o profissional autônomo também utiliza de cartões de crédito para realizar ações para o bem comum da sua empresa.

E são esses tipos de cartões que o usuário deverá buscar numa instituição financeira que trabalhe com esse tipo de modelo e grande parte no Brasil já entendeu que é necessário e em minutos o cliente consegue ter um.

Na prática, o cartão para MEI é quase parecido com o habitual utilizado por qualquer pessoa física, ou seja, tem limite, data de validade, CVV, há cobrança via fatura, pode parcelar e etc.

Mas, a boa notícia é que, por ser voltado a um público jurídico, não possui grandes taxas e, geralmente, são mais simples, como cartão de crédito sem anuidade, com cashback e há até os modelos que contém milhas, pontos e etc.

Como funciona um cartão de crédito para MEI?

O cartão MEI é para microempreendedores que possuem CNPJ e tem como atributos a fatura, cartão de plástico impresso e a versão do cartão virtual, endividamento, juros do crédito rotativo, enfim.

Taxas

As taxas de juros para o cartão de crédito MEI são menores quando comparamos um tipo de modalidade de cartão para pessoas físicas.

Os valores em média para os não empreendedores são 12,5%/mês. Já os adeptos do MEI podem conseguir até 1,17%/mês, o que viabiliza um melhor planejamento financeiro anual para compras e pagamentos em que as vendas, por exemplo, estejam abaixo do esperado.

Este tipo de cartão, mesmo sendo para empresa, geralmente, equivale a um cartão de crédito consignado em relação às taxas cobradas, o que é um alívio para o bolso.

Limite

Com relação ao limite de crédito oferecido no cartão MEI, saiba que o valor disponibilizado segue as mesmas regras de um cartão tradicional.

Via regra geral, como o cartão para microempresários não possui tantos benefícios para lazer, mas sim voltados para um melhor controle financeiro da empresa, os limites tendem a serem mais baixos.

Contudo, saiba que é possível negociar limites mais altos no seu cartão junto ao emissor, o que dependerá da movimentação financeira em seu CNPJ.

Cobertura

Esses cartões podem sim serem utilizados fora do Brasil, onde atualmente a grande maioria dos modelos possuem cobertura internacional.

Além disso, são emitidos por grandes bandeiras de cartões, conhecidas e aceitas ao redor do mundo, como Visa, Mastercard e Elo.

Entretanto, vale ressaltar que são pouquíssimos benefícios oferecidos pelas bandeiras para essa modalidade existem quando ditamos o lazer, visto que a intenção desse tipo de cartão é facilitar pagamentos e proporcionar descontos, mas nada muito elaborado, como salas VIP em aeroportos, por exemplo.

Diferença de um cartão MEI para um empresarial

Para a modalidade MEI existem poucos benefícios em comparação a um cartão de crédito empresarial tradicional.

A opção para os microempreendedores, normalmente, é uma versão mais básica e econômica, ou seja, é um cartão sem custos (anuidade grátis) e por isso os benefícios também são mais limitados.

Médios e grandes empresários brasileiros possuem cartões com melhores benefícios, tais como milhas aéreas, pontos, limites mais altos, enfim.

Além disso, outra diferença de um cartão de crédito MEI para um PJ é com relação ao limite oferecido, que geralmente é menor, devido ao faturamento deste tipo de empresa também ser menor.

Mas, em compensação, no cartão para CNPJ MEI as taxas são menores e há parcerias entre lojas para incentivar o consumo, o que garante descontos especiais.

Cartão de crédito MEI tem anuidade?

Os cartões para MEI foram vistos pelos bancos e financeiras como oportunidades para empresários que estão começando ou até mesmo possuem baixa renda e com isso, geralmente, não possuem anuidade, a fim de ajudar aos que querem trabalhar por conta própria.

Vale destacar que para ser microempreendedor no Brasil não precisa deter grandes fortunas e é tão simples que o cadastro é gratuito, a pessoa adquire um CNPJ e paga um boleto chamado DAS ao mês no valor de, no máximo, R$61,00.

Onde usar um cartão de crédito MEI?

O cartão para MEI pode ser usado como qualquer outro, desde os gastos simples como o abastecimento de gasolina em um posto, para a compra de materiais e equipamentos e até mesmo solicitar crédito como empréstimos e financiamentos.

Lembrando que todo cartão de crédito oferecido para MEI possui bandeira, o que permite o titular comprar e sacar dinheiro no Brasil e no exterior (dependendo da cobertura), seja para realizar compras em lojas físicas ou em ambientes virtuais.

Negativado pode ter um cartão de crédito MEI?

Cartão de crédito para negativado no MEI existe e a constatação está nos números de usuários, que já somam em 2021 quase 3 milhões de cartões emitidos para quem está endividado ou inadimplente.

Os bancos/financeiras, pensando nesse público, criaram cartões voltados para empresários que por algum motivo ficaram com o nome sujo.

Inclusive, a fácil aprovação de cartões já é algo bem comum nos cartões consignados, cartões pré-pagos ou com baixo limite.

Por isso, enquanto pessoa jurídica (CNPJ) pode ficar, pois não há muitas restrições para aprovar o pedido de cartão, mesmo estando com o nome negativado.

Mas, atenção, pois para que não tenha o CNPJ cancelado pela Receita Federal em situações graves, ou até mesmo ter o nome vinculado nos órgãos de proteção ao crédito, seja um empreendedor que pague em dia suas contas e faturas do cartão.

Tipos de cartões de crédito para MEI’s com o nome sujo

Os cartões MEIs possuem as menores taxas do mercado quando comparamos com pessoas físicas e mesmo para pessoas com nomes negativados ou dito “sujos” também são uma boa pedida para ajudar em situações de pequenos negócios.

Caso tenha a plena certeza financeira que o cartão com função crédito é uma boa decisão para o seu negócio, confira abaixo os critérios.

Cartão com limite baixo

  • Certificar da real necessidade sobre o limite
  • Calcular gastos
  • Pensar no bem na empresa
  • Procure um número para cima que atenda
  • Exemplo: Banco Inter MEI

Cartão Pré-pago

  • Empreendedores endividados
  • Não cobra anuidade
  • Limite compatível
  • Exemplo: Banco do Brasil Ourocard

Cartão Consignado

  • Financiar investimentos
  • Juros menores
  • Zero anuidade
  • Nada de “bola de neve”
  • Exemplo: BNDES MEI

Melhores cartões de crédito para MEI’s

Todos nós sabemos quais são as reais necessidades que nos cercam e para isso, o MEI não é diferente na escolha dos cartões de crédito existentes no mercado.

Cada banco ou financeira entendeu como utilizar cada um e oferecer o que tem de melhor para os olhos do trabalhador. A regra clara é observar o que cada um pode oferecer e somar.

Então, para saber quais são as melhores opções de cartão de crédito para quem é MEI, confira a lista que preparamos para você!

Inter MEI

Cartão de Crédito

Inter MEI

  • Sem anuidade
  • Internacional

Saiba como solicitar

Puxando a fila temos o Inter MEI. O cartão verdinho trabalha com zero tarifa de anuidade. O cliente terá à disposição 100 TED’s e boletos gratuitos por mês, sem falar também nos empréstimos e seguros através da conta Pessoa Física e tudo é feito via aplicativo no celular.

  • Anuidade: Gratuita
  • Benefício: 100 TEDs e 100 boletos gratuitos por mês
  • Bandeira: Mastercard Internacional
  • Juros do rotativo: 7,70%
  • Exigências para aprovação: Não consulta SPC e Serasa, mas pede comprovação de renda

Santander MEI

Cartão de Crédito

Santander MEI

  • Limite alto
  • Internacional

Saiba como solicitar

Os espanhóis do Santander fizeram um modelo de cartão para empresários que visam modernizar alguns serviços dentro do pequeno negócio, que vão desde redução da fatura em 50% caso ultrapasse o valor de R$1.200,00 gastos, podendo inclusive zerar a anuidade cobrada.

  • Anuidade: 12x R$18,50 (mas pode ser zerada)
  • Benefício: Máquina Getnet e ponto por dólar gasto
  • Bandeira: Mastercard Internacional
  • Juros do rotativo: 2,99% a 9,99%
  • Exigências para aprovação: Consulta SPC e Serasa e pede comprovação de renda

MEI Fácil Neon

Cartão de Crédito

MEI Fácil Neon

  • Sem anuidade
  • Internacional

Saiba como solicitar

O cartão trabalha para que o usuário receba os valores de vendas na maquininha e também emita boletos de cobranças, pague contas e transfira dinheiro para outros bancos. A empresa entendeu a leveza da liberdade exigida pelos empresários MEIs no país.

  • Anuidade: Gratuita
  • Benefício: Abertura e manutenção de conta digital MEI grátis
  • Bandeira: Visa Internacional
  • Juros do rotativo: 9,90%
  • Exigências para aprovação: Consulta SPC e Serasa e pede comprovação de renda

Bradesco MEI

Cartão de Crédito

Bradesco MEI

  • Internacional
  • Facilidades exclusivas

Saiba como solicitar

O Bradesco também cuida dos microempreendedores e para isso lançou na sua plataforma de cartões a opção que tem muitos recursos para os seus clientes Elo em condições facilitadas e isenção de 24 meses para pedágios e estacionamentos.

  • Anuidade: 1ª ano grátis, no 2ª o valor é de R$165,00
  • Benefício: Gratuidade na mensalidade de tag para estacionamentos e pedágios
  • Bandeira: Elo Nacional e Internacional
  • Juros do rotativo: 14,99%
  • Exigências para aprovação: Consulta SPC e Serasa e pede comprovação de renda no aplicativo ou agência física

C6 Business MEI

Cartão de Crédito

C6 Business

  • Limite alto
  • Sem anuidade

Saiba como solicitar

Conta C6 MEI não sabe o que é cobrar anuidade e demais tarifas dos seus clientes. Uma conta moderna e totalmente digital e oferece maquininha de cartão sem aluguel dependendo do tipo de venda feita pelo cliente.

  • Anuidade: Gratuita
  • Cobertura: Máquina C6 Pay com aluguel grátis
  • Bandeira: Mastercard Internacional
  • Juros do rotativo: 7,70%
  • Exigências para aprovação: Consulta SPC e Serasa e pede comprovação de renda

Zippi

Cartão de Crédito

Zippi

  • Sem anuidade
  • Fácil aprovação

Saiba como solicitar

A Zippi é bastante conhecida por já trabalhar com o público MEI. E o diferencial começa com as faturas semanais. Tudo é feito via WhatsApp/e-mail seguindo todos os protocolos de segurança com faturas e atendimentos humanizados para todos os tipos de clientes.

  • Anuidade: Grátis
  • Benefício: Fatura semanal que pode ser paga por PIX via WhatsApp
  • Bandeira: Mastercard Internacional
  • Juros do rotativo: 1,0%
  • Exigências para aprovação: Consulta SPC e Serasa e pede comprovação de renda

Cora

Cartão de Crédito

Cora

  • Sem anuidade
  • Internacional

Saiba como solicitar

O cartão de crédito Cora é exclusivo para MEIs e o banco digital tem tudo o que o cliente precisa para cuidar das finanças da sua empresa com mais facilidade e autonomia.

  • Anuidade: Grátis
  • Benefício: Dupla função e fácil de aprovar
  • Bandeira: Visa Internacional
  • Juros do rotativo: Não informado
  • Exigências para aprovação: Consulta SPC e Serasa e pede comprovação de renda

Ourocard Empreendedor

Cartão de Crédito

Ourocard Empreendedor PJ

  • Sem anuidade
  • Programa de pontos
Saiba como solicitar

O Banco do Brasil, através do Ourocard, atende às microempresas com propostas voltadas para contas parceladas dos empresários MEIs e o famoso programa por pontos, que podem ser trocados por descontos na fatura, seguros, produtos e serviços.

  • Anuidade: R$166,00
  • Benefício: Desconto progressivo na anuidade e conta PJ com diversos recursos
  • Bandeira: Elo Nacional
  • Juros do rotativo: 5,10% a 8,49%
  • Exigências para aprovação: Consulta SPC e Serasa e pede comprovação de renda no aplicativo ou agência

BNDES MEI

O BNDES MEI funciona como um capital de giro da empresa. Para se ter uma ideia, o limite máximo do cartão é de R$2 milhões. E os bancos parceiros que estão permitidos a produzir o cartão não se esqueceram do cliente MEI, que mesmo limitado a ter anualmente R$81 mil, é bem aceito e aprovado nessas linhas de crédito.

  • Anuidade: Grátis
  • Benefício: Crédito acessível para ampliar e investir em seu negócio
  • Bandeira: Cabal, Elo e Visa Nacional
  • Juros do rotativo: 1,51%
  • Exigências para aprovação: Consulta SPC e Serasa e pede comprovação de renda nos bancos parceiros

Benefícios exclusivos de cartões de crédito para quem é MEI

Os clientes MEI que desejarem ter um cartão de crédito podem ter feito a escolha ideal, principalmente se o seu negócio é voltado para compra de insumos.

A utilização do cartão numa eventual compra de matéria-prima pode ser a chave do sucesso para a economia, desde que saiba qual o melhor cartão e quais lojas dão certos descontos compatíveis em parceria com o seu banco ou até mesmo a bandeira. Pesquise!

Facilidade e melhores condições na contratação de crédito

Um empresário MEI na eventual procura por um cartão de crédito pode cair numa boa negociação com o banco ou financeira que saiba lidar com o público dos microempresários.

A regra é sempre manter o foco em ser um bom pagador, para não ficar com o nome sujo. Inclusive, pagando em dia suas contas, melhores serão as condições que cada instituição poderá oferecer ao seu negócio.

Contratação de maquininhas para o seu negócio com mais vantagens

Muitas marcas de cartões de crédito utilizam marcas próprias ou parcerias com empresas de maquininhas para cartão. A regra é pesquisar uma empresa que já faz a entrega dessa máquina sem cobrar o aluguel.

Aliás, ter a maquininha como opção de pagamento é ótimo para seus clientes e com certeza amplia suas possibilidades de venda.

Taxas da conta MEI

Pouquíssimos bancos utilizam da cobrança de taxas via MEI. É necessário que o cliente faça um pente fino na busca pelo melhor cartão que atenda às suas reais necessidades.

Mas, lembre-se que quanto menos gastar, melhor será para o seu próprio bolso, ou então, que terá melhores benefícios ao utilizar do pagamento de tais taxas.

Anuidade

Não são todos os bancos ou financeiras que fazem a cobrança de anuidade. Contudo, alguns que cobram costumam oferecer mais vantagens para os seus clientes MEI.

A regra é manter a pesquisa pela procura de um cartão que combine com o seu estilo de vida e necessidades financeiras. Faça simulações em sites ou nas próprias agências.

Limite

Quando falamos do cliente MEI e cartão de crédito é sabido que o assunto limite de cartão pode não ser muito atrativo devido às incertezas que muitos empresários no país sofrem.

Entretanto, para não deixarmos de avisar, fica aqui um toque em manter sempre que possível as contas em dia e o dinheiro em circulação na sua conta corrente.

É como se você tivesse dando um “sinal” para o banco e com isso aumentam suas chances de aprovar crédito para sua empresa, como empréstimos e financiamentos.

Bandeira do cartão

A bandeira como sempre pode fazer o diferencial na hora de sair para comprar alguma coisa para o bem da empresa.

Visa e Mastercard são as melhores nesse caso, pois são aceitas em qualquer lugar que tenha internet e serviço de cartão.

A mesma coisa vale para a Elo, que mesmo sendo uma bandeira 100% brasileira também é consagrada no mercado, dentro e fora do Brasil.

Vale a pena ter um cartão MEI?

Sim, vale a pena, uma vez que o cartão está ligado a um conjunto de fatores que vão somar na vida do pequeno empresário.

O cartão de crédito é mais uma forma de auxiliar na vida financeira trazendo prosperidade para o próprio negócio em si, desde que tenha discernimento ao fazer o seu uso.

Tanto é que muitos bancos ou financeiras têm enxergado de outra maneira a utilização de crédito para pessoas que são dessa categoria.

Então, saiba que é bom para o trabalhador e para as empresas, pois essa forma de pagamento oferece melhores condições de crédito dentro de um amplo mercado.

Vantagens

A principal vantagem é que o cartão é todo voltado para as reais necessidades de um microempreendedor comum.

Ou seja, possibilita fazer negócios com outras empresas, sem falar nas possibilidades e condições de pagamentos especiais que pessoas não possuintes de CNPJ possuem.

Desvantagens

O risco maior dado como desvantagem é aquele do empresário entrar na chamada “bola de neve” das dívidas e com isso, pode vir a dificultar ainda mais as possibilidades de uma eventual expansão de seu negócio.

Vale salientar que os adeptos do MEI podem faturar ao ano até R$81 mil, tendo apenas um funcionário e numa eventual crescente precisará buscar outro negócio e cartão.

O que é preciso para ter um cartão MEI?

Para não fugir à regra, é necessário que o cliente vá até uma agência ou acesse o site, ou então o aplicativo do banco ou financeira que já esteja habilitado para tal serviço.

Feito isso, é solicitado o envio de documentos com foto, como RG, CNPJ. Para ter acesso ao certificado MEI, é preciso entrar no site do Governo Federal.

A maioria das instituições financeiras faz análise de crédito em seu nome e exige comprovante de renda para aprovar o cartão PJ.

Mas, não se preocupe se tal banco preferido o recusou no momento, numa outra oportunidade você será procurado e enquanto esse dia não chega, vá em busca de outros bancos que aceitam pessoas negativadas.

Conclusão

Ser MEI e ter um cartão de crédito é a melhor opção para quem quer começar ou já está empreendendo no Brasil.

Contudo, lembre-se de que ter a consciência da utilização de cartões é necessária para não trazer dores de cabeça no futuro.

Por isso, pesquise sobre as condições do mercado (que são vastas) e coloque sempre na ponta do lápis os seus projetos de vida e isso inclui ter um cartão de crédito que não é um bicho papão, só basta entender como usar, sem se endividar!