Buscando Cartão

0%

Cartão de crédito internacional: Guia exclusivo sobre o assunto

Aprenda aqui mais sobre o seu cartão de crédito internacional, ou seja, como funciona, que taxas são cobradas, suas vantagens, onde dá para comprar e muito mais!

Cartão de crédito internacional e modelo do avião na mesa de madeira, preparação para o conceito de viagem

Quem não gosta de viajar? O brasileiro adora e muito! E nada mais justo e confortável do que viajar com segurança financeira. E nesses casos, ter um cartão de crédito internacional pode ser a melhor solução para um viajante, sendo ele o turista clássico ou mochileiro.

O mundo moderno e globalizado permite que o usuário de cartão de crédito tenha possibilidades de usufruir da cultura, fazer compras e prestigiar momentos que somente o velho dinheiro pode pagar.

Velho no sentido figurado, pois a modernidade está aí e as marcas de cartão não querem perder potenciais clientes que terão benefícios exclusivos oferecidos por elas.

Por isso, hoje em dia, ter um cartão de crédito é sinônimo de praticidade e segurança. E não foge à regra para os “internacionais”.

Por isso, nós do Site Notícia Oficial preparamos este guia completo para explicar melhor para você tudo o que os cartões de crédito internacionais podem lhe proporcionar e até mesmo para entender mais sobre como funcionam! Vamos lá?!

O que é um cartão de crédito internacional?

O cartão de crédito internacional é o mesmo que o cartão de crédito nacional, mas com grandes e exclusivas vantagens, como poder utilizá-lo fora do país de origem ou até mesmo em sites que não tenham exclusividade no Brasil, por exemplo.

Dessa forma, com esse tipo de cartão é possível realizar saques em dinheiro no exterior comprar mercadorias e serviços em lojas fora do Brasil, basta que a localidade escolhida aceite a bandeira de cartão de crédito em questão.

Como saber se meu cartão é internacional?

Quando o cliente recebe o cartão em casa, logo abaixo da logomarca da bandeira, haverá a palavra “internacional” escrito para melhor identificação, no canto inferior direito. Nas faturas também é indicado que o cartão é internacional.

Mas, caso você não identifique essas informações, basta consultar o site, aplicativo ou ligar no SAC do seu cartão

Como funciona um cartão de crédito internacional?

O cartão internacional funciona da mesma forma que um cartão comum, ou seja, é possível efetuar compras, pagar por serviços e fazer saques diariamente.

Porém, a diferença é que você pode fazer tudo isso também fora do seu país de origem, isto é, fazer saques e compras no exterior.

Normalmente, as principais bandeiras de cartão emitem cartão de débito ou crédito com cobertura internacional, como é o caso das bandeiras Visa, Mastercard, Elo e American Express.

Compras

Com um cartão de crédito internacional a liberdade econômica existe em qualquer canto do mundo. Nos sites vale a mesma coisa, como é o caso das compras no AliExpress, por exemplo.

Dica: nas compras pela internet deve-se verificar se o responsável do site consegue entregar no seu país, analisar os prazos de entrega e custos com fretes. Além disso, impostos e tarifas costumam ser cobrados também.

Saques em dinheiro

Com o cartão internacional é possível realizar saques em qualquer país que tenha um caixa de autoatendimento. Antes de sair do Brasil, é bom pesquisar nas cidades em que você estiver visitando onde ficam esses terminais eletrônicos internacionais ou agências bancárias, para não haver ônus na viagem.

Pagamentos de serviços

Durante uma viagem internacional e o pagamento com o cartão, o cliente não precisa ficar preocupado com a moeda local. O motivo é que de maneira automática ou manual via aplicativo ou SAC – favor conferir com o seu banco -, o usuário terá a conversão do dólar para o real.

Outra maneira é utilizar um cartão de crédito pré-pago com valores na moeda do país, já depositados, para efetivar pagamentos.

Bandeiras dos cartões de crédito internacionais

Quando falamos nas bandeiras, a grande maioria delas já se encontra no Brasil. São aquelas bandeiras referências no mundo – Visa, Mastercard e Elo.

Todas elas possuem benefícios exclusivos, o que vai depender do cliente, para viagens internacionais e o uso do cartão em qualquer país que esteja de passagem. Mas, lembre-se que existem custos de tarifas dependendo do país.

Já as marcas American Express e Diners Club só atuam no Brasil com cartões internacionais e para um público mais “VIP” com altos rendimentos.

Diferenças entre cartão com cobertura nacional e internacional

Com o cartão de crédito nacional é possível realizar saques, pagamentos e compras somente no país de origem, assim como os benefícios que o cartão tende a oferecer.

Já com o cartão de crédito internacional é possível fazer as mesmas ações do nacional dentro e fora do país de origem. Sem falar também que as marcas de cartão, bancos ou financeiras possuem programas exclusivos para viagens.

E é sempre bom recordar que nas compras via site de marcas fora do Brasil o cartão também poderá ser utilizado.

Taxas cobradas nos cartões internacionais

Nos cartões internacionais existem sim taxas e o consumidor brasileiro deve ficar atento ao fazer compras no exterior. A primeira regra é que as taxas são pagas no país de origem, no caso o Brasil e seguimos, como via de regra, a cotação do dólar.

Dessa forma, ao viajar para um local onde o dólar não é a moeda oficial ou que também não esteja no “mesmo patamar” que a moeda desse determinado lugar, haverá cobranças em duas vezes na sua compra.

Um exemplo é o Chile, que ao se fazer uma compra em Pesos Chilenos (moeda nacional), será convertido em dólar e somente depois em real. E, portanto, aumentará o valor inicial da sua compra ou saque.

Além disso, a fatura do cartão de crédito sempre virá no mês seguinte à compra. Então, é preciso estar atento aos valores e principalmente nas compras com moedas estrangeiras, que após a conversão se encerram na data principal da fatura.

Existem bancos (tradicionais e digitais) que fazem a conversão no dia da compra, o que “garante” possibilidades da compra ficar mais em conta, mas tudo depende da cotação monetária daquele dia.

Um bom exemplo disso é o cartão de crédito Nubank, que durante uma compra no exterior, a Nubank trava o valor no dia do processamento do pagamento, para não haver surpresas na fatura devido à variação do dólar.

IOF

O Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) tarifa os usuários de cartão brasileiro em 6,38% do valor gasto com base em países estrangeiros.

Dólar PTAX

O dólar PTAX é calculado por meio do dólar turismo (cotação) em relação a nossa moeda, o Real. A média do valor é com base nas taxas de compra e venda que podem ser conferidas pelo Banco Central e sofrem variações diárias.

Tarifa do emissor do cartão

Todo cartão de crédito possui um emissor e existe um valor extra que pode variar entre 1% a 4% conforme o valor da compra feita fora do Brasil.

Como usar um cartão de crédito internacional?

O modo de uso de um cartão internacional não difere do cartão comum. Ambos possuem chip, informação sobre quem é o cliente, número, CVV, conta, agência, bandeira, telefone via SAC e etc.

O modus operandi é o mesmo também, ou seja, o cliente ao chegar num estabelecimento comercial poderá utilizar da maquininha de cartão de crédito ou o pagamento por aproximação para efetuar pagamentos. Saques em caixas eletrônicos é a mesma coisa, mas com o método de uso com senhas ou reconhecimento digital.

Ao fazer compras via internet, o cliente poderá pagar tanto no seu país de origem quanto em sites fora dele. O segredo é só desbloquear o cartão, ter saldo e fazer as compras que assim desejar.

No Brasil

No Brasil, o cartão de crédito internacional, após o desbloqueio, fica apto ao uso em caixas, estabelecimentos e sites. Assim, se o cartão estiver habilitado com o cliente e pronto para uso, não existem empecilhos.

No Exterior

Na utilização do cartão fora do país, basta que o cartão tenha crédito e esteja desbloqueado, bem como é importante saber qual a bandeira que o determinado país aceita.

Por isso, lembre-se de manter contato com o banco/financeira no SAC Internacional, sites ou aplicativos em casos de contratempos.

Como desbloquear cartão de crédito internacional para usar no exterior?

  • Abra o site ou app de seu banco/financeira
  • Procure o menu relacionado ao cartão de crédito internacional
  • Clique “desbloquear cartão”
  • Informe o país de destino – caso solicite
  • Informe o período de viagem – caso solicite

Cartão de crédito internacional vale a pena?

Ter um cartão internacional vale a pena sim. Primeiro que a unidade pode ser negociada e os programas de recompensas estão entre os mais interessantes ofertados pelas bandeiras e instituições financeiras.

Atualmente, o Paypal, que é um serviço de pagamento digital, também pode ser usado fora do país. Destaque que essa modalidade é somente para sites nacionais e internacionais e basta o cliente cadastrar no aplicativo e conferir os benefícios para utilizar o método.

Além disso, pagar com cartão é mais seguro do que andar com dólares e euros na carteira ou bolsa. O mundo moderno e livre utiliza dessa forma de pagamento, sem contar que grande parte dos estabelecimentos possui uma maquininha de cartão, não é mesmo?!

E um ponto que todo mundo gosta são os programas de recompensas que fidelizam o cliente com ações dentro de aeroportos, hotéis, carros e seguros, por exemplo.

Vantagens

As vantagens existem e são sim satisfatórias. O cartão, dependendo da bandeira e internet no estabelecimento, é aceito sem restrições. Com ele é possível fazer saques, utilizar de serviços exclusivos naquele país em que se está, compras em sites e as bandeiras fazem promoções que podem trazer vantagens para o seu bolso no final das contas.

Desvantagens

Nem tudo são flores, então é preciso ficar atento às taxas, valores da anuidade – em alguns casos podem ser negociados, prestar atenção no IOF e PTAX. Lembre-se de calcular e averiguar se o seu banco ou financeira vão taxar no dia da compra ou na data final de fechamento da fatura.

Cuidados necessários ao utilizar um cartão internacional

Em todo lugar no planeta existem golpistas. Pessoas que querem tirar vantagens de estrangeiros. Assim, a dica é a mesma dos usuários de cartão comum: não empreste ou tire dúvidas sobre o seu cartão com estranhos.

Além disso, utilize o cartão somente nos caixas credenciados do seu banco ou bandeira. Nos aplicativos ou números de SAC do emissor é possível informar o local para onde está indo.

Também é importante tomar cuidado dentro dos quartos de hotel e certifique-se que exista um cofre para guardar pertences valiosos, entre eles o seu cartão.

E nos sites, lembre-se de comprar em lojas online de confiança, de marcas reconhecidas e certificadas e se quiser ainda mais segurança, a dica é usar o cartão de crédito virtual, pois esse gera uma nova numeração a cada compra, diminuindo as chances de clonagem de cartão.

Como conseguir um cartão de crédito internacional?

Basta contatar o banco ou financeira via forma física, SAC ou aplicativo. Se for por aplicativo, os atuais bancos digitais vão pedir informações pessoais e dados, além de fotos comprobatórias para aprovação.

Geralmente, costuma acontecer no mesmo dia a liberação do seu nome para o cartão de crédito com cobertura internacional.

Documentos necessários

Como de praxe:

  • Documento oficial com foto
  • CPF
  • Comprovante de endereço
  • Comprovante de renda

Renda mínima

Os bancos ou financeiras trabalham com a ideia de renda mínima para liberação de crédito. Muitos inclusive liberam o cartão com base no salário mínimo. Basta consultar para melhor usufruir de cada serviço.

Conclusão

Portanto, esperamos que após esta leitura você tenha esclarecido todas as suas dúvidas sobre cartão de crédito internacional, pois quanto mais você souber, menos problemas terá!

Esse tipo de cartão, que permite compras, saques em dinheiro e pagamentos dentro e fora do Brasil são muito vantajosos, principalmente em maior cobertura de aceitação e em benefícios exclusivos que as bandeiras oferecem, basta ficar atento às taxas praticadas, para não ter um susto na fatura!

DESCOBRIR O CARTÃO IDEAL