Birô de crédito: O que é e como funciona

Entenda aqui o que é um birô de crédito, como ele é importante em sua vida financeira e como esse sistema funciona no Brasil

Birô de crédito como funciona o score de crédito

Se você faz parte da população economicamente ativa em algum momento já escutou falar sobre o birô de crédito, não é mesmo? Bom, talvez por esse nome pode ser que não, mas Serasa e SPC com certeza, certo?

O SPC Brasil, Serasa Experian, Boa Vista, entre outras instituições, são conhecidos como birôs de crédito, isto é, empresas que definem uma pontuação de crédito para o consumidor, que criam as tão temidas listas de negativados, enfim…

Mas, fora isso, você sabe qual é a função desses órgãos de proteção ao crédito em nossa vida financeira? Entende como funcionam e como determinam quem é bom ou mau pagador? Que dados essas instituições tem sobre cada consumidor brasileiro?

Se você tem dúvidas sobre o assunto, então veio ao lugar certo. Neste conteúdo explicaremos tudo sobre um birô de crédito! Aproveite!

Afinal, o que é birô de crédito e como atua no mercado?

O nome pode parecer complicado, mas saiba que o conceito é bem simples! Um birô de crédito é uma instituição que tem o histórico financeiro de uma pessoa, mais ou menos como um banco de dados sobre pagamentos. 

Por exemplo, se você atrasar uma conta ou contrair uma nova dívida, essas informações vão automaticamente para o sistema de um birô de crédito.

Na prática, os birôs, também conhecidos como bureau de crédito, são órgãos de proteção ao crédito.

Se você for solicitar crédito a um banco, financeira ou loja comercial, como no caso de empréstimos, essa empresa tem o direito de consultar mais informações sobre você antes de aprovar o pedido. 

Como? Por meio do seu histórico como pagador, ou seja, seus dados nos birôs de crédito do país.

São esses dados os mais importantes para as empresas hoje em dia, pois é por meio deles que você pode ou não conseguir empréstimo, cartão de crédito, comprar parcelado, financiar um imóvel e muito mais.

Principais bureaus do Brasil

O birô de crédito no Brasil já é um sistema bem consolidado. Mas, não são muitas as empresas no mercado.

Atualmente, no mercado brasileiro existem quatro grandes birôs de crédito:

  • Boa Vista: empresa pioneira no cadastro do consumidor, no qual criou um banco informativo sobre o histórico de pagamentos, que deixa a análise de crédito mais justa e acessível
  • Serasa Experian: empresa que repassa informações sobre o perfil de crédito de um consumidor para o sistema bancário nacional, ou seja, se você tem dívidas com algum banco 
  • SPC Brasil: instituição vinculada ao CNDL e é a responsável por repassar suas informações quanto consumidor para empresas ligadas ao comércio e varejo, como, por exemplo, ao solicitar o pagamento por carnê em uma loja
  • Quod: empresa formada por cinco grandes bancos (Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú e Santander) e foi quem desenvolveu o Cadastro Positivo atual, para acompanhar o comportamento financeiro dos brasileiros e valorizar os bons pagadores

Todos esses birôs seguem as leis impostas pelo Banco Central, para que garantam a proteção dos dados dos consumidores.

E, ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, o birô de crédito não é um vilão em suas finanças. 

Esses bancos de dados com informações sobre o comportamento de um consumidor é o que torna o mercado tão justo e transparente hoje em dia. 

Por exemplo, quem paga suas contas em dia e não tem dívidas pendentes, tem muito mais chances de aprovar um empréstimo ou ter um maior limite no cartão de crédito. 

Além disso, essas informações servem para definir o score de crédito de uma pessoa, bem como incentivá-la a seguir os bons princípios da educação financeira. 

Birôs de crédito e o Cadastro Positivo

O birô de crédito também é responsável pela inclusão dos brasileiros no famoso Cadastro Positivo, de forma automática.

Esse é um sistema que mostra o um histórico de comportamento do consumidor, identificando-o como bom ou mau pagador. 

Na prática, esse cadastro reúne diversas informações sobre como você paga suas contas (se atrasa, por exemplo), quais são os empréstimos e financiamentos que tem em seu nome, enfim.

Além disso, ele dá às empresas um maior conhecimento financeiro sobre o consumidor, mesmo que ele nunca tenha sido cliente. 

Que tipos de dados os birôs têm?

Seja o birô de crédito Boa Vista, o do Serasa ou qualquer outro, saiba que eles compartilham informações sobre você como consumidor. 

Confira a seguir quais são as informações que os órgãos de proteção ao crédito tem dos consumidores brasileiros:

  1. Informações negativas: dados relacionados à inadimplência, com a data do último pagamento feito em determinada compra. Se a dívida for quitada, o nome sai do cadastro de inadimplentes.
  2. Informações detalhadas: relatório completo sobre sua vida financeira, com todas as informações registradas no seu histórico quanto consumidor. Por exemplo, contas em aberto e as já pagas e o valor delas, dívidas anteriores (com menos de cinco anos), financiamento em seu nome e muito mais. 
  3. Cadastro Positivo: categoria mais recente no sistema dos birôs de crédito, na qual mostra o histórico de dívidas ou crédito que o consumidor já quitou ou ainda está pagando

Mas, então, qual é a relação do score com um birô de crédito?

O score é a pontuação financeira mais importante na vida do consumidor brasileiro, no qual serve como um indicador financeiro e está disponível para consulta nos birôs de crédito.

Basicamente, o score de crédito vai de 0 a 1000 pontos e mostra as chances de uma pessoa atrasar ou pagar em dia uma conta. 

Essa pontuação de crédito é analisada pela maioria das empresas, pois serve como critério para liberar crédito a alguém.

A lógica para isso é muito simples: Quanto mais próximo de 1000 pontos, melhor é o seu perfil financeiro no mercado e consequentemente, maior a chance de ter o crédito aprovado.

Em contraponto, quanto mais próximo do zero, maior a chance de alguém atrasar o pagamento de suas contas e sendo assim, a probabilidade de ter o crédito negado é grande.

O que quer dizer ter o nome negativado?

Nome sujo na praça ou nome negativado significa que alguém comprou algo e não pagou.

Assim, o birô de crédito no Brasil pode incluir o CPF dessa pessoa em seu cadastro de inadimplentes, ficando com o nome negativado.

Uma dívida pode caducar?

O birô de crédito pode ter o nome de uma pessoa registrado em seu cadastro por, no máximo, cinco anos. Por isso, é possível dizer que a “dívida caducou”.

Mas, saiba que o que “morre” é o registro da dívida e não o débito em questão.

A partir desse prazo, o birô de crédito tem que retirar o CPF do consumidor de sua lista de inadimplência, mas para a empresa credora você ainda está devendo. 

Além disso, mesmo após seu nome sair da lista de negativados, você ainda pode ter crédito negado no mercado.

Isso porque a dívida caducar não significa que deixou de existir, até mesmo porque os bancos podem acessar seu histórico financeiro.

Inclusive, as instituições bancárias tem seu próprio cadastro, com dados fornecidos pelo Banco Central, como os do Sistema de Informações de Créditos (SCR).

Conclusão

Portanto, chegamos ao fim do nosso guia sobre birô de crédito! Esperamos ter esclarecido suas principais dúvidas sobre o assunto.

Os birôs são órgãos que nos ajudam a ter mais facilidade no mercado, desde que sejamos bons pagadores!

Por isso, a dica é sempre ter um bom planejamento financeiro de suas finanças, para que possa arcar com todas as contas que fizer e consequentemente sempre tem a sua disposição crédito no mercado!