6 Dicas para Usar o Cartão de Crédito sem Criar Dívidas

armadilha cartao de credito

Usar o cartão de crédito sem criar dívidas é um grande desafio enfrentado por boa parte das pessoas.

Afinal de contas, esse produto fornece a falsa sensação de se ter dinheiro, o que leva aos gastos desenfreados. 

Além disso, o cartão de crédito tem um dos juros mais altos do mercado e caso não seja usado de forma correta, é bem provável que você fique cheio de débitos.

Inclusive, o perigo é ter seu nome incluso nos órgãos de proteção, como SPC e Serasa, o que significa que você vai impedido de ter qualquer tipo de acesso ao crédito na praça.

Então, para que isso não aconteça, veja 6 dicas para usar o cartão de crédito sem criar dívidas.

1 – Organize suas finanças

A primeira recomendação para não ter problemas com o cartão é manter a sua vida financeira organizada.

Para isso, você deve fazer uso de aplicativos ou planilhas que ajudam no controle financeiro.

Dessa forma, mantenha o hábito de anotar todos os seus ganhos mensais e as despesas, incluindo o cartão.

Assim, você será capaz de visualizar de forma mais clara o fluxo do dinheiro que entra e sai da sua conta.

Com isso, você vai ter consciência do quanto pode gastar, o que vai impedir facilmente o endividamento.

2 – Controle os gastos no cartão

Controlar os seus gastos no cartão de crédito é uma etapa também importante e que faz parte do planejamento das suas finanças.

No entanto, para que isso funcione verdadeiramente, você deve levar à risca esse controle, sem se deixar levar pela ansiedade ou entusiasmo acarretado pela compra de um produto.

Além disso, é fundamental que você saiba o momento exato de comprar ou não com o cartão, exatamente para não comprometer seu orçamento.

Então, a dica é controlar seus gastos parcelados ou à vista no cartão, verificando sempre a situação do mesmo – checando, por exemplo, a fatura que está em aberto.

Dessa maneira, você vai conseguir determinar quando vale a pena ou não efetuar uma compra fazendo uso do cartão.

3 – Prefira o pagamento à vista

Preferir o pagamento à vista é sempre a melhor dica para usar o cartão de crédito sem criar dívidas.

Afinal, além de possibilitar a quitação imediata de uma compra, o pagamento à vista permite até mesmo negociar descontos no momento da compra de um produto ou serviço.

Apesar disso, é claro que existem determinadas situações em que o pagamento parcelado pode valer a pena, como em caso de uma liquidação, por exemplo.

Contudo, até mesmo diante dessas situações, você ainda deve ter atenção total ao limite do cartão para que ele não ultrapasse o que você planejou.

4 – Cuidado com as compras sem necessidade

As compras feitas por impulso e sem necessidade são os grandes vilões de quem tem cartão de crédito e costuma usá-lo de forma frequente.

Por essa razão, é preciso ter atenção a estes impulsos para que você não perca o controle.

Antes de fazer a compra de um determinado produto ou serviço, pergunte-se se de fato existe alguma necessidade ou você está apenas adquirindo algo que não precisa por ter um interesse genuíno naquilo. 

Saber o momento de comprar e aproveitar uma oportunidade com desconto e recusar uma “oferta tentadora” pode fazer uma real diferença no final do mês.

5 – Se possível, negocie a anuidade

Diversos consumidores não sabem, mas é totalmente possível negociar a anuidade do seu cartão de crédito direto com a administradora. 

Caso você seja um cliente fiel e pague as faturas integrais e em dia, as chances de conseguir um excelente desconto com essa taxa do cartão são bem grandes.

Para isso, antes da fatura que traz a anuidade, por exemplo, entre em contato por ligação com a operadora do cartão de crédito e tente negociar esse valor.

Muitas vezes, é possível obter descontos excelentes e, em alguns casos, até mesmo a isenção dessa tarifa.

É algo bem simples, mas que pode representar uma grande economia das suas finanças, especialmente no médio e longo prazo.

6 – Tenha uma reserva financeira

Ter uma reserva financeira é também uma dica extremamente importante sobre como usar o cartão de crédito sem criar dívidas.

Isso porque, imagine a seguinte situação: você precisa pagar a fatura do seu cartão em alguns dias e, de repente, surgem custos médicos.

Caso você não tenha uma reserva financeira, por exemplo, utilizará o dinheiro da fatura para as despesas que surgiram.

Então, como resultado disso, vão incidir juros altíssimos e a fatura do cartão pode se tornar uma verdadeira bola de neve, logo é uma situação que vai lhe levar ao endividamento.

Conclusão

O que você está esperando para colocar em prática essas dicas de como usar o cartão de crédito sem criar dívidas? Pode ter certeza que o seu bolso vai agradecer!

Agora é com você, use essas informações para fugir das dívidas dos cartões de crédito!